EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Netflix se comprometeu a despender 2% de seu patrimônio em prol da igualdade racial, gerando “oportunidades econômicas às comunidades negras”. A empresa planeja destinar inicialmente até US$ 100 milhões para instituições e organizações financeiras que apoiam diretamente tais grupos nos EUA.

Em um post no blog oficial, a gigante do streaming anunciou que os primeiros US$ 35 milhões do montante serão divididos em: US$ 25 milhões doados ao fundo “The Black Economic Development Initiative”, enquanto os outros US$ 10 milhões serão administrados à “Hope Credit Union”. A Netflix ainda não detalhou como utilizará os US$ 65 milhões restantes.

publicidade

Reprodução

Protesto nos EUA após a morte de George Floyd. Foto: Patrick Behn/Pixabay 

publicidade

“Esse capital estimulará a mobilidade social e as oportunidades nas comunidades de renda baixa e moderada a que esses grupos atendem”, disse um porta-voz da empresa. “Planejamos direcionar ainda mais nosso dinheiro para instituições focadas e lideradas por negros à medida que crescemos, e esperamos que outras pessoas façam o mesmo”, acrescentou.

Outras grandes empresas de tecnologia também estão empenhadas no combate ao racismo, após a morte de George Floyd, homem negro assassinado por um policial em Minneapolis. O YouTube e a Apple prometeram doar US$ 100 milhões para fundos. Google, Facebook, Amazon e outros assumiram compromissos focados também na justiça racial e social. 


Via: The Verge