O lançamento da primeira missão dos Emirados Árabes a Marte, chamada Hope, foi oficialmente adiado para este domingo, 19 de julho, às 18h51 (horário de Brasília).

A missão deveria ter decolado da base espacial de Tanegashima, no Japão, na última terça-feira (14) às 15h51 (horário de Brasília), mas a partida foi adiada devido a condições climáticas desfavoráveis na região.A expectativa era lançar no dia seguinte (15), mas novamente o clima forçou um adiamento.

A janela de lançamento se estende até 13 de agosto, caso contrário será necessário aguardar um novo alinhamento favorável entre a Terra e Marte, algo que só acontecerá em 2022.

O objetivo da missão é colocar em órbita um satélite que vai estudar a atmosfera de Marte, gerando um mapa de seu sistema climático ao longo de um ano marciano, o equivalente a 1,8 anos terrestres. Assim como a Terra, Marte tem estações que influenciam ventos, temperatura, condensação e evaporação de gelo, etc.

publicidade

A Hope é apenas uma de três missões a Marte que serão lançadas ao longo deste mês. Por volta do dia 23 (data exata ainda não definida), a China lança a Tianwen-1, sua primeira tentativa de chegar ao planeta vermelho. Ela tem como objetivo colocar um satélite em órbita e um pequeno veículo (rover) no solo, para estudar o clima, campo magnético e solo do planeta.

E po volta do dia 30 (novamente, data exata ainda não definida) os EUA devem lançar a Mars 2020, que levará o rover Perseverance até um local no planeta conhecido como Cratera Jezero, em busca de sinais de vida passada.

O rover é baseado no design do Curiosity, que há 8 anos explora Marte, e leva uma lista com 10,9 milhões de nomes de entusiastas do espaço, uma homenagem aos profissionais de saúde de trabalham no combate à Covid-19 e um pequeno helicóptero experimental, chamado Ingenuity.

Fonte: Space.com