EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Acusada de monopolizar o mercado de rastreadores de localização Bluetooth para iOS, a Apple anunciou, em junho, o ‘Find My Network Accessory Program’ — programa de suporte do aplicativo Find My, o qual permite a integração com produtos de terceiros. Contudo, um novo documento obtido pelo jornal americano The Washington Post revelou que as regras do ‘Find My’ serão bem rigorosas para empresas que pretendem incorporar seus produtos ao aplicativo.

O PDF secreto da Apple aponta que a utilização da ferramenta e serviços de terceiros não poderão ocorrer simultaneamente. Caso o usuário incorpore um rastreador “concorrente”, como o do Tile, no ‘Find My’ e utilizar o aplicativo da Apple para localizar um objeto perdido (como carteira ou molho de chaves), ele, aparentemente, será impedido de usar o próprio serviço do Tile para realizar a tarefa.

publicidade

Outros empecilhos como solicitação de permissão de acesso ao local a cada usuário da Apple e acesso limitado à antena Bluetooth do iPhone — se softwares de terceiros excederem o limite (não informado pela Apple), o acesso é interrompido — foram levantados pelo documento.

 

Apple_mbp-iphone11pro-ipadpro-find-my-screen_06222020_big.jpg.large.jpg

Mesmo com restrições, Find My busca incluir serviços de terceiro ao ecossistema da Apple. Foto: Divulgação/Apple

publicidade

 

Oligopólio contestado

A Tile é uma das empresas que tem desaprovado os termos adotados pelo ‘Find My’. Em maio, a empresa enviou uma carta à União Europeia acusando a empresa de Cupertino de abuso de poder e de favorecer ilegalmente seus próprios produtos. Ainda, segundo a empresa, a Apple está dificultando a operação de rastreadores Bluetooth de terceiros em dispositivos iOS, desativando seletivamente recursos que permitem uma boa experiência ao usuário.

Após a divulgação do material feita pelo jornal americano, o porta-voz da Apple, Alex Kirschner, disse que a empresa considera o ‘Find My Network Accessory Program’ muito‌ útil para empresas menores que não possuem recursos para criar um serviço de localização. “Se você for um player menor, interessado em entrar no campo de rastreamento e não criou uma rede de busca, isso [Find My] permite que você consiga”, conta Kirschner. A companhia negou que suas políticas sejam anticompetitivas.

 

Via: MacRumors