EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Com previsão de lançamento para 27 de agosto, a quarta temporada de Fortnite deve focar inteiramente nos personagens do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU). Rumores sobre o crossover já circulavam pela internet há dias, e foram confirmados nesta sexta-feira (21) pela conta oficial do jogo no Twitter. 

Não foram revelados detalhes oficiais sobre a parceria, mas o tuíte desta sexta certamente confirma os boatos que vinham sendo compartilhados nas últimas semanas.

publicidade

 

 

 

publicidade

O vazador de conteúdo Hypex, conhecido por ser uma fonte confiável de informações sobre o jogo, adiantou em sua rede social que a quarta temporada vai oferecer os trajes e o martelo de Thor como skins. 

“Eu já vi alguns de vocês adivinharem isso, e sim, a quarta temporada pode ser temática da Marvel, e Thor e seu martelo serão transformados em skins”, disse. “Além disso, o trailer pode começar com uma garota encurralada por skins armadas em algum beco, e então ela é salva [por Thor]”.

Esta não é a primeira vez que o universo Marvel é incorporado ao Fortnite. Em 2018, foi lançado um recurso por tempo limitado que permitia jogar caracterizado como o vilão Thanos, dos Vingadores. Já no ano passado, para promover o lançamento do último filme da franquia de super-heróis, o jogo disponibilizou as armas utilizadas pelos Vingadores para combater o vilão.

Fortnite_blog_fortnite-endgame_BR-PT_08BR_LTM_Endgame_Social_Blog-Header-1920x1080-a513e7706282d78b192cf7457557299583646c14.jpg

Fortnite lançou crossover com a Marvel para promover “Vingadores: Ultimato”. Imagem: Epic Games

Conflito com a Apple

Embora sejam empolgantes para alguns, as novidades só fazem entristecer os usuários do iPhone. Isso porque o Fortnite foi banido por tempo indeterminado da loja de aplicativos da Apple, e, pelo andar da carruagem, não deve retornar tão cedo.

O conflito teve início quando a Epic Games, desenvolvedora do jogo, decidiu driblar as regras da App Store. Cansada de pagar comissão de 30% à Apple pelas vendas no aplicativo para iOS, a empresa ofereceu um meio de pagamento paralelo para a compra de V-Bucks, a moeda utilizada no game. 

A Apple não deixou barato. Além de remover o jogo de sua loja, chegou a ameaçar excluir a Epic de seu programa de desenvolvedores.   

Nenhuma das empresas parece disposta a abrir mão de seu posicionamento. A Epic Games, que tem apoio do Spotify e de um gigantesco conglomerado de mídia dos Estados Unidos, recorreu à Justiça para obrigar a Apple a flexibilizar o seu modelo de negócios. 

A Apple, por sua vez, afirma que o Fortnite criou seus próprios problemas, e que não abrirá exceção em suas regras de pagamento. Enquanto isso, os consumidores assistem aos lançamentos do game de mãos abanando, excluídos da diversão. 

Via: Engadget