EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Pesquisadores da Universidade de Hong Kong confirmaram que um homem 33 anos é o primeiro paciente a ser comprovadamente reinfectado com o vírus Sars-Cov-2, causador da Covid-19. Um estudo do caso será publicado no jornal especializado Clinical Infectious Diseases.

O homem foi hospitalizado pela primeira vez com sintomas leves da doença em 29 de março deste ano, e teve alta em 14 de abril, depois que os sintomas desapareceram. A segunda infecção foi detectada em 15 de agosto, quando ele retornou a Hong Kong após uma viagem à Espanha com escala no Reino Unido. Apesar de hospitalizado e em observação, o homem permanece assintomático, dizem os pesquisadores.

publicidade

Estudos anteriores já haviam sugerido que os anticorpos desenvolvidos pelo organismo dos pacientes curados ofereciam apenas proteção temporária contra reinfecção, durando cerca de três meses. O estudo pode ter implicações em estratégias de vacinação da população, ou mesmo em terapias experimentais baseadas na transfusão de plasma, e anticorpos, de pacientes curados.

Fonte: NBC News

publicidade