Há alguns dias, um pesquisador de segurança descobriu que o Windows Defender poderia ser usado para baixar malwares no Windows 10. Isso seria possível após a Microsoft atualizar uma questão de segurança para permitir o download de todos os tipos de arquivo por meio de um comando. Para isso, bastava usar a instrução -DownloadFile.

 
A Microsoft, porém, se explicou e afirmou que não se trata de um problema de segurança. Segundo a empresa, mesmo que um arquivo seja baixado pelo seu antivírus, ele vai ser examinado. Caso seja detectada uma ameaça, ele será bloqueado.
 

Apesar disso, é possível que outros antivírus não consigam detectar programas maliciosos baixados por meio do Windows Defender. Isso, é algo que a Microsoft não esclareceu por enquanto, além disso a empresa não deu muitos detalhes sobre a função de download no seu programa, que foi adicionada recentemente. Mas, o fato de ter descartado a falha já é um ponto positivo para aqueles que tenham ficado preocupados.

publicidade