EnglishPortugueseSpanish
publicidade

No início de setembro, a Realme apresentou na IFA Berlin seus planos para a Europa nos próximos anos. Além de planejar se tornar uma das cinco maiores empresas de smartphones até o fim de 2021, a companhia divulgou que um novo e potente carregador será lançado em breve no mercado europeu.

Revelado originalmente em agosto deste ano, o UltraDart 125W é um carregador rápido que promete diminuir e muito o tempo para que um smartphone carregue. Agora, Madhav Sheth, CEO da Realme Índia e Europa, confirmou que o periférico chega ao mercado junto de um smartphone que será lançado em breve.

publicidade

Por enquanto, não se sabe qual telefone chegará com o produto. Além disso, na postagem em que anunciou a novidade, Sheth compartilhou uma imagem do carregador, que chamou bastante atenção por não possuir o padrão europeu de pinos.

Para promover o periférico, a empresa afirma que o UltraDart consegue carregar uma bateria de 4.000 mAh de 0 a 33% em apenas três minutos. A companhia ainda reforça que o dispositivo é compatível com todos os principais padrões de carregamento, incluindo 125W PPS, 65W PD e 36W QC.

Smart TV 4K com tecnologia SLED

A Realme anunciou o desenvolvimento, mas não o lançamento, da primeira Smart TV 4K com tecnologia SLED no mercado. Com tela de 55″, a TV usa uma nova tecnologia para iluminar a tela, o que segundo a fabricante resulta em cores mais puras e uma redução no nível de luz azul, que é prejudicial ao sono.

Uma TV LCD convencional usa luz branca para iluminar a tela, que passa por filtros RGB (Red, Green, Blue ou Vermelho, Verde e Azul) para criar as cores primárias. Uma TV QLED ou “Quantum Dot” usa uma luz azul, que é absorvida por pontos quânticos e convertida em vermelha ou verde.

Já a SLED ilumina a tela diretamente com elementos RGB, que são combinados para formar a luz branca. Segundo a empresa, a nova tela consegue reproduzir 108% do espectro de cores RGB, enquanto uma TV LED comum chega a 70%.

A TV foi desenvolvida em parceria entre a Realme e o cientista John Rooyams da Spectral Power Distribution Technology (SPD Technology). Ela tem certificação “Low Blue Light” (pouca luz azul, literalmente) emitida pela TÜVRheinland, algo que segundo a Realme era exclusividade das telas OLED.

Apesar do anúncio, a Realme não apresentou mais detalhes técnicos da TV, nem mencionou seu preço ou data de lançamento. A Índia é o principal mercado da empresa, então é provável que seja este o local de estreia do produto.

Via: GSMArena