EnglishPortugueseSpanish

Em julho, a TIM revelou que lançaria suas primeiras redes 5G em três cidades brasileiras em setembro. Já estamos em outubro, e a companhia não conseguiu cumprir a promessa. Os planos foram postergados e o lançamento deve acontecer ainda neste mês.

Como informa o site TeleSintese, a empresa ainda não confirma qual é o dia de outubro em que esse lançamento acontecerá. Também não foi revelado qual foi o motivo do atraso.

publicidade

A promessa foi feita na época em que duas concorrentes da TIM estavam fazendo anúncios similares. A Claro foi a primeira a trazer o 5G ao Brasil, fazendo uso de uma tecnologia nova, chamada de Compartilhamento Dinâmico de Espectro (DSS), que permite distribuir simultaneamente no mesmo espectro de ondas de rádio as conexões 4G e 5G. É uma opção que permitiu o lançamento dessas redes mesmo sem o leilão do espectro específico de radiofrequência, atrasado em decorrência da pandemia de Covid-19.

Na ocasião, Pietro Labriola, presidente da TIM, havia revelado seus planos em uma apresentação aos funcionários da companhia. Uma das aplicações citadas pelo executivo é o uso de Acesso Fixo Sem Fios (FWA), que levaria internet de banda larga de alta velocidade a residências sem a necessidade de investimento pesado em cabeamento. As altas velocidades do 5G aliada à relativa simplicidade de instalação de antenas tornam essa aplicação interessante em regiões mais afastadas dos grandes centros urbanos. A empresa venderia o equipamento aos usuários finais, que poderiam montar suas próprias redes Wi-Fi em suas casas utilizando o sinal 5G.

As três cidades que se beneficiarão da tecnologia da TIM são Bento Gonçalves (RS), Itajubá (MG) e Três Lagoas (MS). A TIM usará um fornecedor diferente em cada cidade, respectivamente Ericsson, Huawei e Nokia.