EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Se você já passou algum tempo no Twitter ou perto de uma pessoa com menos de 30 anos, provavelmente já se familiarizou com memes envolvendo figuras coloridas semelhantes a ‘Teletubbies’ em trajes espaciais. Esses são os jogadores de ‘Among Us’, um jogo multiplayer online que disparou em popularidade nos últimos meses.

Desenvolvido pela americana InnerSloth, ‘Among Us’ é semelhante ao game Mafia. Você pode jogar com quatro a dez pessoas (tanto com amigos quanto com desconhecidos). 

publicidade

 

No jogo, você faz parte da tripulação a bordo de uma nave espacial, quartel-general no céu ou base planetária, tentando manter tudo em funcionamento para retornar à Terra. Mas um membro da tripulação foi substituído por um alienígena parasita que muda de forma e deseja eliminar os tripulantes antes que a nave chegue em casa. E você também pode se tornar um impostor em uma partida diferente, sem poder escolher isso. 

O problema é que o impostor se parece com todo mundo e vai sabotar a nave, se esgueirar pelas aberturas, enganar outros jogadores e tentar incriminar outros, tudo para não ser detectado e matar o resto da tripulação. Se você tiver mais jogadores, também pode optar por ter mais de um impostor.

publicidade

Enquanto isso, os membros não-alienígenas da tripulação devem executar tarefas para consertar a nave. Então, quando uma morte for relatada, a tripulação sobrevivente pode debater abertamente, por meio do chat, quem eles acham ser o impostor e votar em quem deve sair da nave (sendo ejetado no espaço).

Reprodução / Innersloth

Tente descobrir qual dos membros da sua tripulação é um impostor alienígena em ‘Among Us’. Imagem: Reprodução / Innersloth

 

Se o impostor for eliminado, a tripulação ganha. Mas se o grupo acidentalmente votar em um membro da tripulação, todos voltam a trabalhar na nave até que outro corpo seja encontrado, e uma nova discussão seja necessária.  

O enredo, de certa forma, lembra a história de “O Enigma de Outro Mundo”, filme de 1982 estrelado por Kurt Russel e dirigido por John Carpenter. Os personagens do longa-metragem estão em uma base na Antártida, quando um alienígena se infiltra entre a equipe de cientistas americanos por meio de um cachorro. 

O extraterreste invade outros corpos e se assimila a eles, matando o hospedeiro e criando uma cópia quase perfeita, o que o ajuda a se camuflar entre as pessoas. Ao longo do filme, ele sabota as instalações e, em algumas cenas, os demais personagens discutem quem pode ter sido substituído.  Parecido, não é mesmo? 

Popularidade repentina de ‘Among Us’ 

‘Among Us’ foi lançado em junho de 2018, mas atingiu o topo das listas de download do Steam e de aplicativos, com mais de 86 milhões de downloads em meados de setembro. Por que, então, o aumento repentino na popularidade? 

A resposta parece ser que, influencers (como Sodapoppin, Pewdiepie, Shroud e Ninja) começaram a fazer streaming do jogo no Twitch, o que inspirou a comunidade gamer a fazer o mesmo. No Twitch, ‘Among Us’ tem cerca 3,3 milhões de seguidores e isso acabou subindo o hipe do jogo. Assim, toneladas de memes sobre ‘Among Us’ também surgiram no Twitter e no Reddit, espalhando ainda mais sua fama.

Reprodução / Innersloth

Popularidade do jogo disparou nos últimos meses, quando os famosos streamers do Twitch começaram a transmitir suas partidas. Imagem:  Reprodução / Innersloth

 

Também é possível que muitas pessoas já tenham esgotado outros jogos online amigáveis à distância durante a quarentena. Como ‘Among Us’ é muito fácil de jogar à distância, conquistou um público cada vez mais amplo. 

Além disso, o jogo é multiplataforma e oferece suporte para os jogadores de PC e smartphone, tanto em partidas multiplayer quanto nas locais. Assim, torna muito fácil para as pessoas jogarem juntas, independentemente do dispositivo em que estejam. 

Muitos jogadores também usam a plataforma Discord para bater papo com os amigos em tempo real enquanto eles jogam.

 

Quanto custa ‘Among Us’ e em quais dispositivos você pode jogar?

  

‘Among Us’ é gratuito para jogar em dispositivos iOS e Android (você pode baixá-lo na App Store ou Google Play Store). Já no PC, você pode comprar na plataforma Steam (R$ 10,89) ou itch.io (US$ 5).

Entretanto, a versão móvel tem anúncios. Depois de baixar e abrir o jogo em seu celular, você verá um pop-up detalhando o uso da AdMob e a coleta de dados. Se você deseja desativar os anúncios e a coleta de dados, pode comprar a versão sem publicidade por US $ 2 tocando em “Remover anúncios” e seguindo as instruções para selecionar o seu método de pagamento.

 

Reprodução / Innersloth

O game é multiplaforma e pode ser jogado tanto em PC quanto em um smartphone. Imagem: Reprodução / Innersloth

 

Há uma maneira de contornar os anúncios para alguns jogadores: se o host de ‘Among Us’ pagar US $ 2 pela versão sem anúncios, o jogo será livre de anúncios para todo o grupo, mesmo que os outros não paguem por isso. 

Você também encontrará microtransações no jogo, tanto na versão para celular quanto para PC, com opção de compra de bichinhos, skins e chapéus. Alguns são gratuitos, mas sendo pagos ou não, nenhum desses itens afeta a jogabilidade. 

 

Sequência de ‘Among Us’

 

Enquanto a desenvolvedora InnerSloth havia planejado lançar ‘Among Us 2’ em setembro deste ano, o estúdio decidiu cancelá-lo e, em vez disso, focar na expansão do conteúdo oferecido em ‘Among Us’. 

De acordo com um post no blog da InnerSloth, os desenvolvedores disseram que a decisão foi tomada devido ao recente aumento na popularidade do jogo. 

“Todo o conteúdo que havíamos planejado para ‘Among Us 2’ vai, em vez disso, para a primeira versão do game. Esta é provavelmente a escolha mais difícil, porque significa ir fundo no código do jogo e retrabalhar várias partes dele. Temos muitas coisas planejadas e estamos animados para trazer novos conteúdos enquanto vocês continuam a se divertir jogando”, diz o post.

O novo conteúdo planejado inclui novos servidores, suporte para daltônicos e uma nova fase, mas não há previsão para quando essas mudanças podem chegar.

Fonte: Cnet