EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Recentemente, junto com o anúncio dos novos iPhones, a Apple revelou um carregador por indução da marca MagSafe para os aparelhos. A tecnologia, que usa ímãs para se conectar ao smartphone, chamou bastante a atenção pela praticidade de utilização.

No entanto, de acordo com uma análise feita pelo Wall Street Journal e pelo canal Max Tech, o dispositivo é mais lento do que o carregamento por USB-C. Os testes revelaram que ele pode demorar até duas vezes mais para carregar os novos iPhones.

publicidade

O MagSafe foi anunciado como um sistema de carregamento sem fio mais rápido do que os já existentes. Porém, ele continua mais devagar na recarga do que se o usuário utilizar o cabo USB-C de 20W que acompanha os aparelhos.

Reprodução

Carregador MagSafe possui um ímã que facilita a conexão com o aparelho. Foto: Filip Chudzinski/ Twitter

Vale lembrar que o carregamento por indução é sempre mais lento. Isso ocorre porque os carregadores sem fio enviam energia para os celulares por meio de indução e ressonância magnética. Essa afirmação quer dizer que os dispositivos conseguem transformar a eletricidade em uma espécie de campo magnético que, quando interage com uma bobina dentro do smartphone, gera uma corrente elétrica que carrega o aparelho.

publicidade

Tecnicamente seria possível aumentar a potência desses carregadores para que a recarga fosse mais rápida. No entanto, isso seria impraticável atualmente. Quando carregamos um celular, é normal que ele esquente. Com um dispositivo do tipo, quanto mais watts, mais calor ele emite, o que poderia danificar os componentes do iPhones – ou de qualquer outro aparelho que fosse colocado sobre o carregador.

Resultados das análises

Dito isso, as análises indicam que o carregador da MagSafe carregou um iPhone 12 de 0% a 50% em uma hora. O cabo que acompanha o aparelho conseguiu a mesma porcentagem com 28 minutos.

Para uma carga total, segundo um tópico do fórum MacRumors, o dispositivo por indução carregou o smartphone em 3h21. O tempo necessário para que o USB-C de 20W carregasse o iPhone 12 completamente foi de 1h39.

Esse resultado já era esperado. Apesar de contar com uma tecnologia que permite carregamentos mais rápidos se comparados a outros dispositivos por indução, o efeito ainda seria inferior a um cabo conectado diretamente à tomada justamente pela potência menor desse tipo de tecnologia.

Via: MacMagazine