EnglishPortugueseSpanish

O Brasil já tem mais linhas de celulares pós-pagos do que clientes pré-pagos: de acordo com dados divulgados pela Anatel referentes ao mês de setembro de 2020, o país tinha 114,73 milhões de consumidores pós-pagos, enquanto as linhas pré somavam 113,56 milhões.

É a primeira vez que os dados da Anatel indicam mais consumidores com planos mensais fixos do que os que pré-pagos.

publicidade

Entre agosto e setembro, o país ganhou 1,33 milhão de consumidores pós-pagos. A operadora Claro foi quem puxou a alta: com 764.460 novos clientes na modalidade, ela viu a base de usuários pós subir 2,57%. TIM, Vivo e Oi também registraram aumentos. Confira a tabela completa abaixo:

Reprodução

Dados de linhas pós-pagas no Brasil via Anatel

Base de clientes pré-pagos caiu bastante

TIM, Claro e Oi perderam clientes pré entre agosto e setembro, seguindo uma tendência registrada nos últimos 12 meses. Ao todo, o país viu as linhas pré-pagas serem reduzidas em 364,6 mil em setembro.

publicidade

Reprodução

Brasil já tem mais linhas pós do que pré-pagas. Foto via DenPhotos / Shutterstock

A Claro, por exemplo, viu sua base pré encolher 12,96% entre setembro de 2019 e 2020. Apenas entre agosto e setembro deste ano, a operadora perdeu 57.470 clientes.

Mas quem mais perdeu clientes pré no perídoo foi a TIM: após finalizar agosto com 30.213.440 clientes, ela encerrou setembro com 29.422.553 – 790.887 a menos, ou uma redução de 2,62% da sua base.

A Vivo, por outro lado, viu a quantidade de clientes pré aumentar em 2% entre agosto e setembro.

Confira a lista completa abaixo:

Dados de linhas pré-pagas no Brasil via Anatel

Via: TeleSíntese