EnglishPortugueseSpanish

Para entrar de vez no mercado de chromebooks — notebooks voltados para aplicações em nuvem —, Rudra Saraswat, mantenedor do Ubuntu Unity e UbuntuEd, criou o sistema operacional não oficial do Ubuntu. O Ubuntu Web Remix é baseado no Ubuntu 20.04 LTS (Focal Fossa) e está disponível gratuitamente para download desde o último dia 17. A distro quer ser uma alternativa ao Chrome OS ou Chromium OS, do Google.

O Ubuntu Web Remix oferece suporte para aplicativos de web, mas também é possível instalar aplicativos regulares do Linux por meio de servidores de software do Ubuntu. DTube, Mastodon, Twitter, SoundCloud e diversos aplicativos do Google já vêm pré-instalados no sistema, e todos em ambiente de desktop Gnome 3.36. 

publicidade

Além de open source, como todas as distros Linux, a novidade fica por conta do navegador Mozilla Firefox, ocupando o lugar do Google Chrome. O sistema conta ainda com o suporte Android (usando Anbox), mas em alguns casos, é preciso desativar a inicialização segura para que a ferramenta funcione. Uma integração mais estreita com a App Store deve ocorrer em breve.

Reprodução

Ubuntu Web Remix já vem com aplicativos instalados, mas é possível baixar outras ferramentas e até criar novas. Foto: Youtube/Reprodução

Como as aplicações de web estão no DNA desta distribuição, o usuário terá acesso ao Open Web Store — loja de aplicativos em nuvem de código construída especificamente para o Ubuntu Web.

publicidade

Caso não encontre ou não estiver satisfeito com as aplicações, não tem problema. O sistema vem com ferramentas para criação e instalação de aplicações em nuvem. Além disso, o usuário pode disponibilizar os produtos construídos no ambiente Open Web Store. É importante ressaltar que ao instalar aplicativos Android, eles podem não funcionar corretamente em uma sessão ao vivo ou em uma máquina virtual. 

Por estar na fase beta, o sistema ainda está em fase de testes, coletando feedbacks da comunidade para melhorias e correções de bugs. Provavelmente muitas mudanças devem acontecer antes do lançamento oficial.

O próprio perfil do Ubuntu Web Remix, no Twitter, abriu uma enquete questionando os usuários sobre o melhor navegador para as aplicações. A Mozilla Firefox venceu o Brave Browser e deve ser mantida nos próximos patches.

O site oficial do Ubuntu Web Remix ainda não está ativo, mas deve ser disponibilizado em breve. Caso queira experimentar o sistema operacional, é possível baixá-lo (de graça) diretamente pelo site Ubuntu Unity Mirror ou por meio de torrent.

Via: 9to5Linux


Erramos: o texto foi corrigido

Diferentemente do publicado na versão anterior, o sistema operacional não é uma versão oficial do Ubuntu. O texto foi corrigido.