EnglishPortugueseSpanish

A empresa norte-americana Generated Media lançou uma ferramenta que promete ajudar os usuários a driblar sistemas de reconhecimento facial em serviços online. Chamada Anonymizer, ela usa inteligência artificial para gerar fotos de sósias que não existem, mas se parecem com você.

Funciona de forma simples: basta enviar uma foto de seu rosto, de preferência olhando diretamente para a câmera. Em questão de segundos o site retorna 20 fotos incrivelmente realistas de “pessoas” que compartilham algumas de suas características faciais.

publicidade

O sistema é baseado em duas redes neurais que competem entre si (GAN, Generative Adversarial Network ou Rede Adversária Generativa). Uma é a geradora, que produz as imagens, e a outra é a discriminadora, que filtra as que são claramente artificais. A função da geradora é enganar a discriminadora o maior número de vezes possível, enquanto a discriminadora tem como missão detectar o maior número de imagens artificiais possível.

Em nosso teste, o Anonymizer se mostrou bastante rápido, mas a fidelidade do resultado deixou a desejar. Observe abaixo a imagem original (à esquerda) e quatro dos sósias gerados pelo serviço à direita.

Reprodução

Retrato real (à esquerda) e quatro sósias gerados pelo Anonymizer. Imagens: Célia Costa / Generated Media

O objetivo por trás do Anonymizer é dar às pessoas uma ideia da sua aparência, mas sem expô-la na rede. Segundo a empresa, ele é “uma forma de demonstrar a utilidade da mídia sintética”. O serviço é uma expansão do Generated.Photos, que cria retratos sintéticos de acordo com características escolhidas pelo usuário.

Você pode dizer “homem, asiático, meia idade, cabelo curto” e ele criará 20 imagens para você. Todas realistas, mas de pessoas que não existem. Segundo a Generated Media, elas podem ser úteis para criar personagens em jogos, em publicidade, para gerar conjuntos de dados para aprendizado de máquina, em obras de arte e muito mais.

As imagens produzidas pelo Generated Photos e Anonymizer podem ser usadas gratuitamente para fins pessoais, mas uso comercial exige a aquisição de uma licença de uso. Os termos de uso também deixam claro a proibição do uso para fins ilegais, como difamação ou fraude.

Fonte: The Next Web