EnglishPortugueseSpanish

Tim Draper, um dos primeiros investidores da Tesla e SpaceX, de Elon Musk, aposta que o futuro da mobilidade está nos jetpacks. Em uma nova abordagem, ele passa a investir em duas empresas focadas neste propósito: JetPack Aviation e Gravity Industries Ltd.

O investidor de risco acredita que, na próxima década, a tecnologia de aeronaves de decolagem e pouso vertical (VTOL, na sigla em inglês) terá mais espaço no mercado. A ideia é tornar os deslocamentos mais fáceis e flexíveis, usando um conceito já imaginado em dezenas de produções audiovisuais como filmes e séries – como em “O Mandaloriano” ou “Star Wars Rebels” –, mas também em videogames.

publicidade

Ele acredita, porém, que ainda precisamos de mais alguns anos para termos produtos do tipo em um mercado convencional. Os primeiros a usarem a tecnologia, diz, seriam os militares.

homem andando de jetpack
JetPack Aviation espera, nos próximos anos, comercializar jetpacks para o público consumidor. Imagem: JetPack Aviation/Divulgação

“Acredito que agora estamos em uma sociedade de transporte bidimensional, e ambas as empresas descobriram como tornar essa tecnologia mais prática para que qualquer pessoa possa voar e pousar de qualquer lugar”, disse Draper.

De acordo com um relatório da Research and Markets, a crise de Covid-19 fez com que o mercado de veículos VTOL atingisse uma estimativa de investimento de US$ 4,4 bilhões em 2020. Para 2027, a estimativa é de que o número chegue a US$ 15,6 bilhões. Do total, aproximadamente US$ 9 bilhões serão focados no setor militar.

Motos voadoras da JetPack Aviation

A JetPack Aviation já demonstrou jetpacks em alguns eventos. Em 2015, o CEO e fundador da empresa, David Mayman, voou com um modelo ao redor da Estátua da Liberdade, por exemplo. Enquanto isso, o modelo JB12 deverá ser testado por militares em março de 2021. Ele tem o tamanho de uma mochila e pode atingir velocidades de até 400 km/h.

publicidade
imagem com um simulador de jetpack
Conceito de motocicleta deve ser usada em situações de risco, como num resgate de um paciente. Imagem: JetPack Aviation/Divulgação

A companhia também já começou a desenvolver uma motocicleta baseada na tecnologia VTOL. Desde 2018, ela vem levantando capital para produzir a ideia batizada de Speeder. Ele seria controlado manualmente ou de forma autônoma, podendo decolar e pousar verticalmente. Segundo Mayman, o projeto seria aplicado em cargas de serviços emergenciais e militares, como num resgate rápido, por exemplo.

Fonte: CNBC