EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Por mais controverso que possa parecer, carros elétricos cada vez mais compactos parecem fazer sentido para o futuro. Nos EUA, por exemplo, os números revelam que quase 90% da população já guia seus veículos sozinho.

Com o aumento das jornadas diárias envolvendo uma única pessoa, é natural que a indústria automotiva tenha que se adaptar para esse novo cenário. O Solo, desenvolvido pela empresa canadense ElectraMeccanica, chega para fazer parte desse time de veículos ultracompactos. O modelo chega a ser quase três vezes mais leve e menor do que uma SUV de sete lugares.

publicidade
Solo EV
Tamanho ultracompacto é perfeito para o uso na cidade. Imagem: ElectraMeccanica/Reprodução

O carro elétrico se inspirou no mesmo visual utilizado pela Mercedes em sua linha de veículos compactos. A grande diferença frente aos carros elétricos tradicionais fica por conta do único assento na parte interna. Um diferencial para quem precisa usar o carro sozinho todos os dias para ir e voltar do trabalho.

Inspirado nos anos 70

Um dos nomes que também apostou nesse formato de três rodas foi o Reliant Robin, fabricado pela Reliant Motor Company em Tamworth, Inglaterra. O Robin ficou famoso nos anos 70 por suas falhas de desenvolvimento. Diferente do Solo, o modelo britânico possui uma única roda no eixo frontal, o que dificulta bastante a estabilidade do veículo na estrada. Felizmente, o mesmo não pode ser dito do Solo EV.

Reliant Robin
Carros de três rodas já fazem parte do mundo automotivo desde a década de 70. Imagem: Mark Leonard Wootton/Shutterstock

O tamanho reduzido do Solo EV também é uma vantagem extra na hora de encontrar uma vaga para estacionar na cidade. O design com duas portas laterais, permite duas rotas de saída para o motorista, mesmo quando estacionado em vagas mais apertadas. O Solo EV possui ar-condicionado de fábrica, assim como câmera de ré e compatibilidade com Bluetooth.

Potência e autonomia

O Solo EV é equipado com um sistema de baterias de 17.3 kWh e um pequeno motor elétrico na parte traseira. A autonomia é de cerca de 160 km com uma carga completa. Segundo a montadora, o modelo demora cerca de três horas para ser recarregado em uma tomada de 100V.

publicidade

Em termos de potência, o motor elétrico é capaz de produzir 82 cavalos de força. O que se traduz em uma velocidade máxima de 130 km/h na estrada. O Solo EV também conta com sistema inteligentes de direção e freios hidráulicos.

Preço

O Solo EV custa o equivalente a US$ 18.500 (mais de R$ 95 mil em conversão direta) no Canadá, o que o coloca bem próximo da faixa de preço de um sedã com cinco lugares no mercado norte-americano. Por lá, um carro dessa categoria custa na faixa dos US$ 20 mil (aproximadamente R$ 105 mil).

No entanto, é importante destacar que a proposta do Solo EV ainda é atender um nicho específico de motoristas. No fim, é difícil negar que essa categoria de carros elétricos ultracompactos pode acabar chamando a atenção do público, crescendo ainda mais no futuro.

Fonte: SlashGear