EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Um jovem de 16 anos identificado como “newhacker1746” nos fóruns de discussão do Reddit conseguiu rodar uma distribuição Linux completa, com interface gráfica, em um velho iPhone 7

Segundo o jovem, o iPhone pertencia a sua avó e estava tecnicamente “morto”: a memória interna (NVMe NAND) deixou de funcionar, o que significa que o aparelho nunca mais conseguirá rodar o iOS. Entretanto, ainda podia ser colocado em modo de recuperação (DFU), o que permite interagir com o processo de boot.

publicidade

O que newhacker1746 fez foi compilar um kernel Linux adequado para o processador Apple A10 do iPhone 7, e configurá-lo para carregar o sistema operacional (o Ubuntu 20.04) a partir de um disco remoto compartilhado na rede (via NFS), contornando assim a falta de um “disco” interno no iPhone.

O processo não é simples, mas o hacker escreveu instruções detalhadas para que permitem a qualquer um experiente com Linux repetir o processo. Inicialmente o sistema operacional rodava apenas em modo texto, mas um dia depois ele obteve sucesso ao carregar a interface gráfica do Ubuntu (o ambiente deskop Gnome) e rodar aplicativos como o Firefox.

O iPhone 7 foi lançado há 4 anos, e seu hardware pode ser considerado ultrapassado perante os smartphones atuais, já que é baseado em um processador Quad-Core acompanhado por apenas 2 GB de RAM.

Ainda assim, segundo newhacker1746, o desempenho (em instruções por ciclo de máquina, Instructions Per Clock) é similar ao de alguns processadores Intel Skylake da sexta geração da família Core, de 2015, e a performance por watt é “simplesmente estonteante”.

publicidade

Com isso, o iPhone vai ser transformado em um pequeno servidor, para aliviar a carga de processamento do servidor principal onde o jovem roda os sites de alguns clubes de sua escola e servidores de jogos para os amigos. Um uso digno, ainda mais considerando a reputação que o Linux tem de dar “vida extra” a hardware que, de outra, forma seria considerado obsoleto.

Fonte: Reddit