EnglishPortugueseSpanish

As mudanças nos termos de serviço do WhatsApp anunciadas recentemente causaram uma verdadeira debandada de usuários, que partiram em busca de mais privacidade em outros aplicativos. Um dos preferidos foi o Signal, considerado por experts em segurança e privacidade digital o mais seguro da categoria. Apesar de já oferecer segurança bastante robusta, algumas mudanças na configuração podem deixar o app ainda mais protegido.

Quase todas as alterações estão disponíveis tanto na versão para Android, usada neste tutorial, como em dispositivos iOS.

publicidade

Para iniciar, vá nas ‘Configurações’, que podem ser acessadas por meio do menu localizado no canto superior esquerdo ou direito, a depender do sistema operacional do seu smartphone.

Em seguida, toque em ‘Privacidade’ e faça as alterações a seguir:

Bloqueio de tela

Com essa opção ativada, será necessário usar um método de segurança, como PIN, leitor de impressão digital ou facial para desbloquear o acesso ao Signal.

Segurança de tela/Ativar segurança de tela (iOS)

Essa função bloqueia a captura de telas tanto na lista de conversas como em menus do aplicativo.

publicidade

Desbloqueio de registro

Esta talvez seja a opção que deixa o Signal mais seguro. Faz com que seja necessário informar o PIN do aplicativo sempre que você for utilizar seu número de telefone em uma nova instalação. Assim, a chance de alguém “clonar” seu Signal é ainda menor.

Teclado incógnito (somente Android)

Alguns teclados utilizam todas as informações que você digita para “aprender” como você escreve e, assim, tentar prever a próxima palavra que você vai usar. Com essa opção ativada, o Signal impedirá que esses dados sejam coletados.

Sempre reencaminhar chamadas

Este recurso faz com que todas as suas chamadas de voz passem pelo servidor do Signal, para que seu endereço IP não seja revelado ao destinatário da ligação. No entanto, ativar essa opção faz com que a qualidade da chamada seja reduzida.

Notificações sigilosas

Esta configuração não serve para proteger o Signal propriamente dito, e sim evitar que curiosos vejam com quem você está conversando e o conteúdo da conversa. Desta vez, volte ao menu inicial e toque em ‘Notificações’.

Em seguida, toque na opção ‘Exibir’;

Três opções serão exibidas. Por padrão, o Signal exibe o nome do contato e a mensagem recebida. É possível escolher ver apenas o nome ou não exibir nem o nome, nem a mensagem.

Circunvenção da censura (apenas iOS)

Esta opção, encontrada no menu ‘Avançadas’, é indicada apenas para pessoas que moram em regiões ou países com censura, ou bloqueio de conteúdos na internet. Se este não for o seu caso, deixe-a desativada.

O recurso faz com que os dados transmitidos pelo Signal “peguem carona” em domínios confiáveis, como Amazon ou Google, por meio de um método chamado domain fronting. Com isso, é possível burlar bloqueios à criptografia de ponta-a-ponta do aplicativo de mensagens.

Via ZDNet