EnglishPortugueseSpanish

Você já ouviu falar na GameStop? Trata-se de uma rede de lojas de videogames que tem passado por uma crise grave nos últimos anos, com cada vez mais jogadores abandonando as cópias físicas e migrando para o digital, deixando de vender cópias usadas e adquirindo seus produtos pela internet. Mesmo com esse cenário de crise óbvia, a empresa se transformou em pivô de uma das maiores histórias do mercado financeiro em todos os tempos, para a tristeza dos grandes fundos de Wall Street.

Via de regra, são os grandes fundos que dão as regras do mercado de ações. Pelo volume financeiro que controlam, eles são capazes de manipular os caminhos de um papel, levando o seu preço para cima ou para baixo, dependendo do interesse de momento. Há pouco que o investidor comum possa fazer contra isso, a não ser surfar nas tendências.

publicidade

O Reddit, no entanto, mostrou que, se um investidor não é capaz de ir contra fundos bilionários, milhões deles agindo de forma coordenada conseguem. Nas últimas semanas, o subreddit /r/wallstreetbets começou a organizar um movimento de compras das ações da GameStop que alavancaram o papel e fizeram seu valor multiplicar em cerca de 20 vezes desde o início de 2021. Isso, no entanto, não é uma boa notícia para os grandes fundos envolvidos na ação.

gráfico mostrando o crescimento da valorização das ações da gamestop
Papel se valorizou em mais de 100% só nesta quarta-feira (27). Imagem: Reprodução/Google

Isso porque a ação da GameStop era uma das mais vendidas na bolsa de valores. Para quem não é familiarizado com o mercado de investimentos, é possível “operar vendido” ou “operar short” em uma ação: se você acredita que o valor de um papel vai cair, é possível alugar as ações de outra pessoa, vendê-la e depois recomprá-la a um preço menor e devolvê-la ao dono original pagando uma pequena taxa. Por exemplo: o investidor pega emprestada uma ação e a vende por R$ 100 e depois a recompra pagando R$ 80, gerando um lucro de R$ 20.

Assim, a GameStop tinha muitos fundos enormes apostando na sua queda e forçando o mercado para baixo com grandes movimentações. Foi quando os usuários do Reddit começaram a comprar o papel de maneira desenfreada; com mais de 2 milhões de participantes no /r/wallstreetbets, eles conseguiram mudar a tendência do mercado e criar um surto descontrolado de valorização.

O problema desse cenário é que quando você compra uma ação para vender mais tarde, o prejuízo máximo é perder 100% do valor investido se o papel chegar a uma valorização de 0. Ao operar no sentido contrário, vendendo com o objetivo de recomprar, as perdas podem ser infinitas. Não à toa, quando o mercado começa a virar, quem está vendido na ação procura recomprá-la o mais rápido possível para evitar um prejuízo gigantesco.

publicidade

A isso se dá o nome de “short squeeze”. Com a entrada de muitas pessoas no mercado comprando a ação da GameStop, os fundos que estavam vendidos também precisam comprar o papel para minimizar suas perdas. Isso cria um ciclo em que a demanda pela ação supera em muito as ofertas de venda, causando uma valorização violenta no papel em um período muito curto de tempo.

O resultado disso é um prejuízo potencialmente bilionário para quem estava vendido e não conseguiu encerrar a tempo sua posição. Uma dessas empresas, a Melvin Capital, que virou alvo de várias publicações no Reddit, anunciou nesta quarta-feira (27), que deixou o papel com prejuízo. Não se sabe exatamente o tamanho das perdas, mas o site CNBC cita que a companhia recebeu uma injeção de US$ 3 bilhões para ajustar suas finanças, o que dá uma dimensão do tamanho dos danos.

A publicação também aponta que, no geral, quem buscou operar vendido no papel acumulou um prejuízo de US$ 5 bilhões desde o início do ano, sendo que mais de US$ 2,5 bilhões dessas perdas foram computadas nos últimos dois dias, segundo a consultoria S3 Partners.

A esta altura, com o evidente movimento do mercado, é pouco provável que a ação esteja sendo manipulada somente por investidores individuais do Reddit. O papel já deve ter chamado a atenção de outros fundos e investidores independentes buscando surfar na onda de valorização.