Nas últimas semanas, Telegram e Signal têm experimentado um crescimento explosivo no número de usuários migrando para suas respectivas plataformas.

Os motivos são variados: desde a procura por aplicativos favoráveis à “liberdade de expressão” até o descontentamento sobre as novas políticas do WhatsApp.

publicidade

Na semana passada, aliás, o Signal desafiou o WhatsApp, copiando vários de seus recursos. E agora é a vez do Telegram revidar.

Na quarta-feira, o aplicativo lançou, silenciosamente, uma atualização que permite importar o histórico de conversas de mensageiros, incluindo o WhatsApp.

Se esse era o grande incômodo de milhões de usuários reticentes em deixar a plataforma de Zuckerberg, o Telegram deu um “empurrãozinho”.

No olhardigital.com.br, você encontra o passo a passo para importar o histórico de chats do WhatsApp para o Telegram. Clique aqui e confira!