EnglishPortugueseSpanish

O bilionário Elon Musk afirmou em um bate-papo com seguidores que a Neuralink, empresa que criou para desenvolver uma “interface” entre o cérebro humano e as máquinas, conseguiu fazer um macaco jogar videogame usando apenas o pensamento.

Segundo Musk, que além de fundador é CEO da empresa, o animal “não é um macaco infeliz”. “Nem dá para ver onde o implante foi colocado”, afirmou. Um dos objetivos da Neuralink seria fazer com que dois macacos pudessem jogar “Pong mental” um com o outro. “Isso seria muito legal”, disse o executivo.

publicidade

Infelizmente, o CEO não deu mais detalhes sobre quais tipos de “jogos” o macaco consegue jogar, nem quão eficiente ele é nessa tarefa em relação a um animal sem um implante.

A interface neural sendo desenvolvida pela Neuralink é descrita por Musk como sendo um “Fitbit para seu cérebro”. Ela tem o tamanho de uma moeda, e pode ser implantada com apenas uma pequena cicatriz na cabeça, escondida sob o cabelo. O implante poderia ser feito em questão de uma hora com um robô de precisão, sem necessidade de anestesia geral.

Em agosto passado uma demonstração com os porcos mostrou que o implante gerava uma reação quando o animal era estimulado de alguma forma, ao cheirar algum objeto, ao encostar o focinho no chão ou ao comer. Cada reação era transformada em um ponto na tela e reproduzia um som.

Um implante da Neuralink. Imagem: Reprodução / Neuralink

A partir dessa coleção de dados, a tecnologia é capaz de interpretar movimentos e prever os próximos passos do animal. Na apresentação, enquanto o porco andava sobre uma esteira, a tecnologia era capaz de inferir o ritmo de caminhada e prever sua movimentação com bastante precisão. 

publicidade

Musk acredita que todos nós já somos “cyborgs”, pois dependemos no dia-a-dia de uma “camada terciária” de tecnologia composta por nossos smartphones, computadores e aplicações. Seu implante aceleraria a comunicação com esta camada, tornando a integração muito mais poderosa e eficiente.

“Com uma interface neural direta, podemos aumentar a largura de banda entre seu cortex e sua camada terciária digital em muitas ordens de magnitude”, afirmou. “Eu diria que, provavelmente, ao menos 1.000 vezes, talvez 10.000 ou mais”.

A curto prazo, o bilionário quer implantar os chips da Neuralink em tetraplégicos com dano cerebral ou na medula espinhal, para que possam “controlar um mouse de um computador, ou seu telefone, ou qualquer outra coisa apenas com o pensamento”, disse.

Segundo ele, a Neuralink irá “provavelmente” lançar alguns vídeos mostrando seu progresso daqui a cerca de um mês.

Fonte: CNBC