EnglishPortugueseSpanish

O Google anunciou na última quinta-feira (4) que pagou mais de US$ 6,7 milhões (cerca de R$ 35 milhões) em recompensas para os chamados “caçadores de bugs”, pesquisadores em segurança digital, que enviam relatórios de vulnerabilidade sobre os produtos da empresa em 2020. Este montante foi dividido entre 662 profissionais de 62 países. 

O valor é cerca de 3% maior ao que foi pago em 2019, quando a gigante do Vale do Silício pagou US$ 6,5 milhões (em torno de R$ 34 milhões). Com isso, o valor pago em 2020 é o maior prêmio já oferecido pelo Google. 

publicidade

A maior parte das premiações foram concedidas através do Chrome VRP (Vulnerabilities Rewards Program ou Programa de Recompensas para Vulnerabilidades do Chrome, em tradução livre), que distribuiu mais de US$ 2,1 milhões (em torno de R$ 11 milhões) para pesquisadores de segurança por 300 bugs identificados no navegador, cerca de 30% do total. 

Em seguida veio o Android VRP, com os pesquisadores que encontraram falhas no sistema operacional móvel do Google tendo embolsado US$ 1,74 milhões (cerca de R$ 9,3 milhões). Na terceira posição, ficou o Google Play VRP, para bugs encontrados nos aplicativos Android mais populares e amplamente usados da Play Store. 

Google também distribuiu mais de US$ 400 mil em bolsas de pesquisa 

Além das premiações para os “caçadores de bugs”, o Google informou que distribuiu mais de US$ 400 mil (em torno de R$ 2,1 milhões) por meio de seu programa de bolsas de pesquisa, que tem a função de financiar inovações no setor de segurança da informação. 

Mais de 180 pesquisadores de segurança receberam bolsas no ano passado, que enviaram 200 relatórios de bug que resultaram em 100 vulnerabilidades confirmadas em produtos do Google e no ecossistema de código aberto. 

publicidade

O Google VRP completou 10 anos em 2020, com um crescimento de mais de 235% nas premiações ofertadas desde 2015, quando os prêmios ficaram na casa dos US$ 2 milhões (R$ 10 milhões na cotação atual). 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!