EnglishPortugueseSpanish

Para tentar evitar a coleta de dados e o rastreamento entre aplicativos em seu sistema operacional, o Google está nos estágios iniciais da criação de um recurso de segurança para Android que garantirá a privacidade dos utilizadores.  

Segundo a Bloomberg, a funcionalidade será semelhante ao que a Apple revelou recentemente. O objetivo do recurso é o de limitar a coleta de dados por parte de apps de terceiros. No entanto, a empresa deve apresentar uma solução menos rigorosa do que a da empresa da maçã – tudo para não afetar completamente seus parceiros de publicidade.  

publicidade

Embora os detalhes sobre os esforços do Google não tenham sido revelados, pessoas ligadas à iniciativa disseram que provavelmente não será necessário que os desenvolvedores implementem uma aba solicitando permissão para coletar os dados – assim como acontece com a versão da Apple

Com essa novidade, ao que parece, o Google vai procurar encontrar uma maneira de equilibrar as demandas de privacidade dos consumidores com as necessidades financeiras de desenvolvedores e anunciantes.  

Projeto de privacidade da Apple 

A Apple revelou que lançará o App Tracking Transparency, uma ferramenta que exigirá que os desenvolvedores peçam aos usuários para coletar o código de identificação de anunciantes de seus dispositivos.  

Esse código permite que os anunciantes rastreiem a atividade dos usuários em aplicativos e sites, permitindo veicular anúncios direcionados.  

publicidade

Originalmente, a funcionalidade deveria ser lançada junto com o iOS 14, mas a Apple decidiu adiá-la para que os desenvolvedores tivessem mais tempo para tornar seus aplicativos compatíveis.  

Obviamente, a implementação não agradou a todos, com gigantes da indústria, como o Facebook, alertando que isso poderia diminuir consideravelmente a receita obtida por meio de anúncios.  

De acordo com a empresa de Mark Zuckerberg, a mudança “terá um impacto negativo nas muitas pequenas empresas que estão lutando para se manter de pé e na internet livre da qual dependemos mais do que nunca”.

Via:  Engadget