EnglishPortugueseSpanish

Uma missão arqueológica com egípcios e americanos descobriu no norte da cidade de Abidos, no Egito, uma estrutura que se acredita ser a cervejaria de alta produção mais antiga do mundo. A notícia foi divulgada no sábado (13) pelo Ministério do Turismo e Antiguidades do país.

Arqueólogos britânicos já haviam descoberto a existência dessa planta no início do século 20, mas não conseguiram descobrir sua localização exata, fato realizado pela equipe liderada por Matthew Adams, do Instituto de Belas Artes de Universidade de Nova York, e por Deborah Vischak, professora da história da arte do antigo Egito na Universidade de Princeton, ambas nos Estados Unidos.

publicidade
Créditos: Divulgação

A fábrica da cervejaria mais antiga do mundo era composta por oito grandes seções com área de 20 metros de comprimento, 2,5 metros de largura e 0,4 metro de profundidade. De acordo com o secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito, Mostafa Waziri, cada setor continha cerca de 40 tanques de barro dispostos em duas fileiras que serviam para aquecer a mistura de grãos e água, sendo cada bacia mantida no lugar por alavancas de barro colocadas verticalmente em forma de anéis.

Créditos: Divulgação

Waziri disse que a fábrica provavelmente remonta à época do rei Narmer (3.273 a 2.987 a.C), considerado como o primeiro faraó do Egito unificado e também conhecido como faraó Menés.

Segundo Matthew Adams, estudos apontam que a fábrica produzia cerca de 22.400 litros de cerveja de uma só vez. Ele diz que o local pode ter sido construído para suprir os rituais reais que aconteciam dentro das instalações funerárias da realeza egípcia. Evidências para o uso de cerveja em rituais de sacrifício foram encontradas durante escavações nessas instalações.

Créditos: Divulgação

Recentemente, arqueólogos da República Dominicana fizeram uma descoberta intrigante no Egito: uma múmia de dois mil anos, dotada de uma língua de ouro. O cadáver foi encontrado no sítio arqueológico Taposiris Magna, que abriga 16 tumbas.

publicidade

Fonte: Egypt Independent

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!