Para promover a vacinação contra a Covid-19, a Uber está oferecendo um bônus de até R$ 30 para quem for a um posto de saúde para receber o imunizante. Anunciada na sexta-feira (12), a ação já está ativa em Belo Horizonte (MG) e no Estado de Pernambuco, mas deve chegar em breve a outras regiões do país.

Os códigos promocionais serão cedidos de acordo com o cronograma de vacinação e devem ser entregues aos cidadãos pelas secretarias de Saúde e pelas prefeituras. A princípio, a campanha vale para profissionais de saúde e outros grupos prioritários.

publicidade

Segundo Dara Khosrowshahi, CEO da companhia, a intenção é fornecer 10 milhões de viagens gratuitas no mundo todo para assegurar que a mobilidade não seja um empecilho para a imunização da população. “Queremos garantir que a mobilidade não seja um obstáculo para quem quer se vacinar”, afirma Claudia Woods, diretora-geral da Uber no Brasil.

Paralelamente à campanha, a Uber fechou uma parceria com a Central Única das Favelas (Cufa). A ideia é oferecer viagens aos postos de saúde para idosos e garantir que pessoas mais vulneráveis sejam imunizadas. A medida é vista como fundamental pelo fundador e coordenador da Cufa, Celso Athayde. Ele ressalta a falta de atenção a moradores da periferia, especialmente durante a pandemia do novo coronavírus.

App da Uber
Uber quer promover vacinação em massa contra a Covid-19. Foto: Lutsenko_Oleksandr/Shutterstock

A Uber anunciou, ainda, que vai reforçar informações sobre as vacinas e a importância das campanhas de imunização. Com apoio do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), os conteúdos devem aparecer no aplicativo.

Como aplicar o desconto no app

Quando tiver um código promocional, acesse o menu de três linhas do app.

Entre em “Pagamento”, vá até a seção “Promoções” e toque em “Adicionar o código promocional”.

Insira o código recebido para que o desconto seja aplicado na corrida.

Vale ressaltar que, para usar o código, é preciso enquadrar-se no grupo prioritário para receber as doses de vacina contra a Covid-19.