A Electronic Arts (EA) confirmou as alegações de que funcionários da empresa estariam vendendo, de forma ilegal, cartas raras do modo “Fifa Ultimate Team” no jogo ‘Fifa 21’. Relatos sobre o escândalo surgiram na semana passada em fóruns e nas redes sociais.

Segundo diversas postagens feitas por jogadores e membros da comunidade, um ou mais funcionários da EA está vendendo os itens a preços altíssimos, com margens entre US$ 900 (R$ 5.045,13 na conversão direta) e US$ 2,5 mil (R$ 14,01 mil).

publicidade
Funcionários da EA estariam vendendo cards raros de ‘Fifa 21’
Funcionários da EA estariam vendendo cards raros de ‘Fifa 21’. Imagem: EA/Reprodução

A EA confirmou em recente atualização do jogo que algumas cartas raras do ‘FIFA Ultimate Team’ não foram ganhas de forma correta, mas sim “concedidas”. A empresa afirma que está iniciando uma “investigação completa” sobre o caso.

“Parece que uma ou mais contas da EA, que foram comprometidas ou usadas de forma inadequada por alguém da EA, atribuíram itens diretamente a essas contas individuais”, diz a empresa em atualização. 

Leia mais:

“Esse tipo de comportamento é inaceitável e não toleramos de forma alguma a concessão ou compra de itens de jogadores em troca de dinheiro. Essa prática vai contra a integridade competitiva do jogo, é uma violação do Contrato do Usuário da EA e não é algo que toleramos. Nós não permitimos a troca ou venda de itens fora do nosso jogo por muitos motivos, incluindo o fato de que isso criaria um campo de jogo desigual para a nossa comunidade”, explica.

A EA ainda garantiu que “tomará medidas” contra qualquer funcionário envolvido, removerá todos os itens concedidos ilegalmente no ‘Ultimate Team’, além de banir permanentemente qualquer jogador que tenha comprado as cartas por meios não autorizados. 

Ainda segundo a empresa, apenas 0,0006% de todas as cartas do modo online do ‘FIFA 21’ foram negociadas de forma ilegal no ocorrido. “Independentemente dessas ações, […] pedimos desculpas pelo impacto desse episódio indevido na comunidade. Também reconhecemos como é extremamente irritante e frustrante que essa prática possa ter acontecido dentro da EA”, conclui a empresa, apontando que a “confiança de nossas comunidades é conquistada com muito esforço e se baseia nos princípios do Fair Play”. 

Sucesso do ‘Fifa Ultimate Team’

Em ‘Fifa 21’, o modo “Ultimate Team” permite que jogadores gastem dinheiro real para adquirirem cartas correspondentes a diversos atletas do futebol internacional, no intuito de construir um time totalmente customizado. Segundo relatos da própria EA para seus investidores, apenas no ano fiscal de 2020, o modo de jogo gerou, sozinho, US$ 1,49 bilhão (R$ 8,35 bilhões) em faturamento para a empresa.

Fonte: gamesindustry.biz

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!