Com o Brasil vivendo mais uma onda da Covid-19, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) decretou a chamada ”fase emergencial” do Plano São Paulo em todo o estado do dia 15 a 31 de março. Medidas como o toque de recolher foram adotadas em 645 municípios com o intuito de conter o avanço do coronavírus mantendo as pessoas em um isolamento social. Mas ao que tudo indica, nem todos estão dispostos a seguir as novas regras e festas clandestinas continuam ocorrendo com grande público.

Segundo um balanço feito pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), foram interrompidas 619 festas clandestinas em todo o estado desde 26 de fevereiro. O número corresponde a uma média de 27 festas fechadas por dia em meio à pandemia de Covid-19. Entre uma das baladas, que acontecia em um cassino, a polícia encontrou o jogador Gabigol, do Flamengo, e o cantor de funk MC Gui.

publicidade

Leia mais!

Como denunciar festas clandestinas?

Caso você se depare com alguma situação de aglomeração que vá contra as medidas para conter a doença que já matou mais de 2 milhões de pessoas no mundo, você pode tanto ligar para a polícia no 190 ou acessar o site do Procon-SP, que oferece opções de denúncias anônimas. O cidadão deve selecionar em “Qual o motivo da Denúncia?” a opção “Festas Clandestinas”, em seguida marcar a opção “Uma Loja Física” e preencher as informações sobre o estabelecimento (nome e localização). Depois você vai descrever a denúncia em poucas palavras e após o preenchimento dessas informações clicar em “SIM, ENVIAR A DENÚNCIA”, no canto direito da tela.

Como denunciar festas clandestinas pelo Procon-SP. Imagem: Olhar Digital
Como denunciar festas clandestinas pelo Procon-SP. Imagem: Olhar Digital

A pessoa não precisa fazer nenhum tipo de cadastro e nem se identificar. Na mesma página também é possível fazer denúncias sobre preços abusivos como de álcool em gel, máscaras, alimentos e gás de cozinha, além do funcionamento irregular de serviços não essenciais. O Centro de Vigilância Sanitária também disponibiliza o e-mail secretarias@cvs.saude.sp.gov.br e o telefone 0800-771-3541 para denúncias.

Através do site do Procon-SP você também consegue consultar o Plano São Paulo, que é uma atuação coordenada do Estado com os municípios paulistas e a sociedade civil, com o objetivo de avaliar e implementar medidas estratégicas contra a pandemia do coronavírus.  A opção fica logo no início da página.

Na segunda-feira (22), o Brasil bateu o recorde na média móvel de mortes por Covid-19 pelo 24º dia consecutivo chegando a 2.298 óbitos. Ele ultrapassou os 12 milhões de infectados pelo coronavírus e em 24 horas foram registradas 1.570 mortes pela doença.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!