A “cantoria” nos Estados Unidos será bem alta e está cada vez mais próxima. Tudo porque a cada 17 anos acontece no leste do país a chamada eclosão de cigarras periódica denominada Ninhadas X. Elas surgem devido o aquecimento do solo na primavera, que atinge determinada temperatura, fazendo com que as bilhões de cigarras ninfas rastejem para fora de suas tocas em busca de alimento, parceiros e para trocar de pele.

A “visita” das cigarras, acontecimento comum da natureza que faz parte biologia dos invertebrados, está prevista para o dia 13 de maio, quando os americanos já estarão curtindo a estação das flores, que começou este mês no país. De acordo com a Dra. Jessica Ware, curadora associada de zoologia de invertebrados do Museu Americano de História Natural de Nova York, a eclosão é inofensiva e sua incubação fornece alimento para pássaros, animais e outros insetos.

publicidade

“É emocionante pensar no surgimento do Brood X porque a última vez que esses indivíduos estiveram na superfície foi em 2004. E quando você pensa a respeito – muita coisa aconteceu nos últimos 17 anos”, disse a especialista, que ainda brincou dizendo que os dias serão de muito “barulho”, mas não apenas para os estadunidenses.

Eclosão de cigarras periódicas acontece a cada 17 anos nos Estados Unidos. Imagem: Shutterstock
Eclosão de cigarras periódicas acontece a cada 17 anos nos Estados Unidos. Imagem: Shutterstock

“Maio vai ser um mês barulhento, com certeza, para as cigarras”, ironizou, já que a eclosão pode alcançar a parte sul de Nova York, a cidade que “nunca dorme”.

As cigarras periódicas são uma espécie diferente das que estamos acostumados a ver, aquelas anuais que costumam cantar no verão e apenas ao anoitecer. Ainda segundo a especialista, cientistas não têm certeza por que a “raça” desenvolve um ciclo de vida tão longo, que provavelmente evoluiu como um mecanismo de sobrevivência.

Há 17 anos vivendo nas raízes das árvores, o pontapé inicial vem dos machos, que disputam quem canta mais alto e por mais tempo para impressionar as fêmeas.

“É esse tipo de dança; os machos estão mostrando que podem gritar o mais alto e por mais tempo possível, o que significa que eles provavelmente são um bom companheiro. As fêmeas estão ouvindo. Eles estão chamando alto? Eles estão chamando por muito tempo? É tipo de dança acústica complicada que eles estão fazendo”, explicou a Dra. Ware.

Leia mais!

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!