EnglishPortugueseSpanish

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, na última sexta-feira (16), um novo ensaio clínico de vacina contra a Covid-19. O imunizante da vez é o SCB-2019, que será patrocinado pela empresa Sichuan Clover Biopharmaceuticals, Inc, sediada na China.

A proteína da vacina é recombinante de fusão de trimero da espícula (S) do SARS-CoV-2 coadministrada com um adjuvante CpG 1018/Alum. A SCB-2019 é testada em duas doses com intervalo de 22 dias entre as aplicações.

publicidade
Campanha de vacinação é iniciada após aprovação de vacinas para uso emergencial pela Anvisa
Anvisa autoriza novo ensaio clínico de vacina contra a Covid-19. Créditos: Brenda Rocha – Blossom / Shutterstock.com

Os testes aprovados são de fase 2/3 CLO-SCB-2019-003 e incluirão até 22 mil voluntários distribuídos entre os países da América Latina, além de nações da África, China, Espanha, Reino Unido, Polônia e Bélgica.

Já no Brasil, o ensaio planeja incluir até 12 mil pessoas que moram no Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro.

Para conceder a autorização, a agência precisou analisar dados das etapas anteriores de desenvolvimento dos produtos, incluindo estudos não clínicos in vitro e em animais. Até o momento, os resultados foram satisfatórios e demonstraram um perfil de segurança aceitável das vacinas candidatas.

Leia também: 

A vacina da SCB-2019 se torna, agora, a sexta com estudo clínico autorizado no Brasil pela Anvisa. Ela se junta aos imunizantes da Universidade de Oxford/AstraZeneca, do Instituto Butantan, da Pfizer/BioNTech, da Janssen-Cilag/Johnson&Johnson e a da Medicago R&D.

Anvisa havia autorizado testes da vacina da Medicago recentemente

A Anvisa já havia autorizado, no início do mês, novos testes de vacina contra a Covid-19 produzida pela biofarmacêutica canadense Medicago R&D Inc, em parceria com a farmacêutica britânica GlaxoSmithKline (GSK).

O ensaio clínico aprovado para ser realizado no Brasil é de fase 3 (última etapa) e contará com 3,5 mil voluntários, todos com mais de 18 anos.

Fonte: Agência Nacional de Vigilância Sanitária

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!