Visando aumentar a competitividade no mercado com o Facebook, o TikTok começou a testar um recurso de compras dentro do aplicativo. A função teve início na Europa em uma parceria com a empresa streetwear Hype.

Segundo um novo relatório Bloomberg, a ideia da ByteDance (empresa dona do TikTok) é replicar o sucesso da versão chinesa do aplicativo de vídeos rápidos, Douyin, que acumulou US$ 26 bilhões (cerca de R$ 136 bilhões) em transações de comércio eletrônico em seu primeiro ano de operação.

publicidade
Nova plataforma de venda do TikTok
Nova aba de compras do TikTok inicia fase de testes. Imagem: Bloomberg

Em um comunicado à Bloomberg, a Hype confirmou que faz parte dos testes da nova fase do TikTok, mas apenas usuários selecionados já podem visualizar uma aba de vitrine na página oficial da marca dentro do aplicativo.  Porém, ainda não se sabe quando a empresa dará início ao lançamento formal.

“O TikTok tem testado e aprendido com ofertas e parcerias de comércio eletrônico e estamos constantemente explorando novas maneiras de agregar valor”, afirmou um comunicado da empresa. “Forneceremos atualizações à medida que exploramos esses caminhos importantes para nossa comunidade de usuários, criadores e marcas”, conclui.

Leia também!

No ano passado a rede social fechou acordos promocionais com o Walmart e com a empresa de comércio eletrônico Shopify, que permitia o anúncio de produtos juntos com links que direcionavam os usuários aos seus próprios sites, sem desconectá-los do TikTok. Contudo, o novo sistema visa que empresas administrem lojas dedicadas a rede social de vídeos, o que deve aumentar a venda de anúncios e tráfego na plataforma.

Apesar de não estar completamente claro como funcionarão as vendas na ferramenta, executivos do Douyin afirmaram na festa de um ano do aplicativo que a empresa visa replicar o sucesso dos vídeos recomendados por IA (inteligência artificial) nas compras on-line.

Via: Bloomberg

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!