A partir de treinos analisando padrões de milhares de radiografias de tórax, um programa de inteligência artificial previu com até 80% de precisão que pacientes com Covid-19 teriam complicações com risco de vida dentro de quatro dias, de acordo com novo estudo.

Pesquisadores da NYU Grossman School of Medicine usaram centenas de gigabytes de dados coletados de 5.224 radiografias de tórax tiradas de 2.943 pacientes infectados com o coronavírus. Eles citaram a “necessidade urgente” da capacidade de prever rapidamente quais pacientes com Covid-19 possuem chances de apresentar complicações letais.

publicidade

A equipe da NYU Langone inseriu informações de raios-X em suas análises de inteligência artificial, além de idade, raça, sexo dos pacientes e resultados de exames laboratoriais. A tecnologia previu com precisão quatro de cinco pacientes infectados com o vírus que precisariam de cuidados intensivos.

“Médicos de emergência e radiologistas precisam de ferramentas eficazes como o nosso programa para identificar rapidamente os pacientes com Covid-19, cuja condição tem maior probabilidade de se deteriorar rapidamente para que os profissionais de saúde possam monitorá-los mais de perto e intervir mais cedo”, explicou o pesquisador Farah Shamout.

Também participando da pesquisa, Krzysztof Geras, Ph.D. é professor assistente no Departamento de Radiologia da NYU Langone e disse que uma grande vantagem para programas de inteligência artificial é que sua precisão pode ser rastreada, atualizada e melhorada com mais dados. 

Conforme o estudioso, a equipe planeja adicionar mais informações do paciente assim que estiverem disponíveis. Portanto, será possível que a equipe avalie quais resultados de testes clínicos adicionais poderiam ser usados ​​para melhorar o modelo teste.

O objetivo é que em breve a tecnologia da inteligência artificial possa ser implementada para médicos de emergência e radiologistas, ou seja, que alcance mais pessoas e contribua para a redução de vítimas da Covid-19, já que descobrindo antes a necessidade de tratamento já é mais provável evitar que o pior aconteça.

Leia mais: 

Fonte: Medical Xpress

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!