Elon Musk prometeu que a próxima geração do Roadster, o carro esportivo da Tesla, usará um “pacote da SpaceX” para obter uma aceleração inédita no mundo. A afirmação feita pelo Twitter foi explicada pelo CEO, que contou que o veículo “não é recomendado” para quem tem problemas de saúde.

O tal pacote? Segundo Musk, tratam-se de ejetores de gás frio que permitirão que o Roadster vá de zero a pouco mais de 96 quilômetros por hora (km/h) em 1,1 segundo. Para fins de comparação, a maioria dos carros superesportivos apenas recentemente chegou à marca de dois segundos.

publicidade

“Será seguro, porém bem intenso”, disse Musk em seu tuíte. “Provavelmente não recomendado para aqueles com algum problema de saúde — será mais ou menos o mesmo que uma montanha russa mais intensa”.

Leia também

O Tesla Roadster foi originalmente comercializado pela montadora em 2008, com diversas revisões sendo lançadas desde então. Único da Tesla na categoria de carros esportivos, o modelo será um dos carros-chefe (trocadilho 100% intencional) da companhia, que também vende o Model S (sedan), Model X (SUV) e Model 3 (hatchback).

A segunda geração foi anunciada há cerca de quatro anos, mas ainda não se sabe quando exatamente ela entrará em produção e, menos ainda, quando será o seu lançamento.

Se a promessa de Elon Musk for, de fato, cumprida pelo Roadster e o seu “pacote SpaceX”, então teremos algo realmente notável em mãos: segundo cálculos especializados, uma aceleração dessa é capaz de exercer um pouquinho menos de 2,5 Gs de força sobre o motorista.

No passado, Musk disse ao apresentador aposentado de talk shows Jay Leno que o “pacote SpaceX” seria “como algo saído de um filme do James Bond”. Em termos bem literais, o CEO afirmou que o propulsor principal ficaria por trás da placa do veículo, com a placa sendo recolhida por um mecanismo específico e dando lugar a ele.

Em outras palavras: sabe quando você “dá o turbo/NOS” em qualquer jogo de corrida? Musk quer fazer disso não só uma realidade, mas algo comum (ou, pelo menos, comum para quem comprar um Roadster).

Em outras afirmações malucas de Elon Musk sobre o Roadster, o CEO da Tesla disse que um “teste de planagem” do automóvel poderia ser feito neste ano, insinuando que o veículo seria tão veloz que poderia, dependendo da situação, alçar voo.

A saber: o Roadster, segundo estimativas, tem velocidade máxima de 402,3 km/h. Um avião 747 da Boeing, por exemplo, precisa de pelo menos 296,11 km/h para atingir velocidade de decolagem. Ao Roadster faltam, claro, as asas. Pelo menos por enquanto.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!