Depois de afirmar na última terça-feira (8) que poderia “estender agora o auxílio emergencial, mais dois ou três meses, porque a pandemia está aí”, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse em entrevista ao UOL que o governo deve prorrogar as parcelas que variam de R$ 150 a R$ 375 por mais três meses.

De acordo com Guedes, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro da Cidadania, João Roma, decidirão o número de parcelas com base em dados mais concretos do Ministério da Saúde sobre o ritmo de vacinação dos brasileiros.

publicidade

“Os governadores estão dizendo que em dois ou três meses a população brasileira adulta vai estar toda vacinada, então nós vamos renovar por dois ou três meses”, havia afirmado Guedes na semana passada.

Vale lembrar que o auxílio emergencial 2021 será pago apenas para quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Estima-se que cerca de 45,6 milhões de brasileiros sejam beneficiados.

São Paulo antecipou vacinação

Poucos dias depois de antecipar em 15 dias o calendário previsto para a vacinação da população do estado com mais de 18 anos contra a Covid-19, o governador João Doria anunciou mais um adiantamento no cronograma, e agora diz que todos os adultos de São Paulo receberão a primeira dose até o dia 15 de setembro.

Até agora, a previsão era que a primeira dose fosse aplicada até o dia 15 de outubro, ou seja, o governo de SP antecipou o cronograma agora em 30 dias. O anúncio foi feito pelo governador João Doria em uma postagem no Twitter.

A partir de quarta-feira (16), a população com idade entre 50 e 59 anos começará a receber a primeira dose da vacina, com a faixa entre 43 e 49 anos iniciando a imunização na quarta-feira seguinte (23).

Confira como ficou o cronograma de vacinação:

  • 50-59 anos: 16/06 a 22/06
  • 43- 49 anos: 23/06 a 26/06
  • 40-42 anos: 30/06 a 14/07
  • 35-39 anos: 15/07 a 29/07
  • 30-34 anos: 30/7 a 15/8
  • 25-29 anos: 16 a 31/8
  • 18 a 24 anos: 1 a 15/9

Até o começo da tarde deste domingo (13), o governo estadual diz ter aplicado 19.328.958 doses de imunizantes, vacinando o equivalente a 12,86% da população – 13.374.451 pessoas receberam a primeira dose, enquanto 5.954.507 já foram vacinados com as duas.

Faça pré-cadastro antes de ir ao posto

Para adiantar o processo de vacinação, o governo estadual lançou a plataforma Vacina Já, para cadastrar a população e acelerar a aplicação do imunizante.

O cadastro não é obrigatório, mas a secretaria estadual de saúde sugere que cidadãos façam para agilizar em até 90% o tempo de atendimento nos postos de vacinação.

Para saber como fazer para realizar o pré-cadastro, confira o tutorial do Olhar Digital para saber como realizar o cadastro pelo WhatsApp.

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!