Nesta quarta-feira (16), o Aliexpress anunciou que expandirá suas operações no Brasil e um dos resultados do feito será a entrega mais rápida dos produtos vindos da China. A empresa prevê que as mercadorias podem chegar ao Brasil em até 7 dias após a compra.

Para operacionalizar a ação, o Aliexpress irá fretar seis voos semanais para transporte de produtos rumo ao Brasil. O prazo, portanto, engloba o período de viagem da China até a alfândega brasileira, onde começa o novo processo para entregas, que também contará com a parceria com os Correios para possibilitar a chegada dos itens em diferentes cidades.

publicidade

Para clientes de regiões como a Grande São Paulo, por exemplo, a estimativa é de que os produtos cheguem em até 5 dias.

Ilustração do logo da AliExpress com carrinhos de compras
AliExpress expande operações no Brasil e promete entrega mais rápidas.
Imagem: Burdun Iliya/Shutterstock

O AliExpress apontou também que pretende, futuramente, levar esse prazo para todas as regiões do Brasil, mesmo que precise complementar a malha logística dos Correios – ou seja, a parceria entre as companhias deve ser estendida.

Brasil, um bom negócio

Yan Di, responsável pela operação do AliExpress no Brasil, apontou que os consumidores brasileiros tendem a gastar em média R$ 1,9 mil por mês com o e-commerce, volume de compra que aponta que os principais compradores são revendedores.

Por isso também faz sentido para a estratégia de expansão a afirmação do representante, que conta que a empresa deve abrir o portal para comerciantes brasileiros em breve.

Leia também!

Apesar de expandir as operações em terras brasileiras, o braço de comércio eletrônico da gigante Alibaba não divulga seu faturamento no Brasil. De acordo com a consultoria Conversion, 33% do mercado de produtos importados no país são provenientes do AliExpress, o que coloca a companhia como líder do segmento.

O representante da empresa ainda afirmou, em entrevista ao Estadão, que não descarta a possibilidade de abrir um centro de distribuição no Brasil para agregar vendedores locais na plataforma.

Especialmente porque o Brasil, tendo a dimensão continental e todas as características únicas de entregas, representa uma operação complexa em termos logísticos e, dessa forma, depender apenas dos Correios para as entregas rápidas pode não funcionar.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!