Prestes a retornar aos cinemas com o novo capítulo chegando às salas de todo o mundo nesta semana, ‘Velozes e Furiosos’ pode ter uma cronologia confusa para os menos atentos. Afinal, a cronologia da franquia iniciada há 20 anos não segue a ordem de lançamento dos filmes. Organizamos, a seguir, a sequência dos acontecimentos da saga, para você maratonar antes da estreia de ‘Velozes e furiosos 9‘. Confira o trailer:

Veja a ordem

publicidade
  • ‘Velozes e furiosos’ (2001)
  • ‘+ Velozes + Furiosos’ (2003)
  • ‘Velozes e furiosos 4’ (2009)
  • ‘Velozes e furiosos 5: operação Rio’ (2011)
  • ‘Velozes e furiosos 6’ (2013)
  • ‘Velozes e furiosos: desafio em Tóquio’ (2006)
  • ‘Velozes e furiosos 7′ (2015)
  • ‘Velozes e furiosos 8′ (2017)
  • ‘Hobbs & Shaw’ (2019) 

Em suma, o filme que “quebra” a cronologia dos lançamentos é ‘Desafio em Tóquio’ (2006), um dos mais queridos entre fãs da série e também um dos responsáveis por reacender o ânimo em torno da franquia. O segundo filme, ‘+ Velozes + Furiosos’ (2003), precisou lidar com a ausência da estrela em ascensão Vin Diesel – um dos protagonistas do primeiro longa -, e, para completar, o roteiro não é exatamente um primor.

Leia mais:

Mais adiantado na linha do tempo, com novos personagens e ambientado em outro país, ‘Desafio em Tóquio’ era uma tentativa de revitalizar a franquia e virou peça fundamental na linha do tempo dos filmes. O primeiro ponto de confusão cronológica surge em ‘Velozes e furiosos 4’, que tem Han (Sung Kang) no elenco, sendo que o personagem morre no longa lançado imediatamente antes, em um acidente automobilístico.

Han (Sung Kang) segurando o volante em cena de Velozes e Furiosos: desafio em Tóquio
Coadjuvante na série, Han (Sung Kang) é personagem fundamental na cronologia da saga. Crédito: Universal Pictures/Divulgação

Sem uma indicação explícita de que ‘Desafio em Tóquio’ se passa mais à frente dos acontecimentos, a presença de Han no quarto filme deu um nó na cabeça de parte da audiência. E o retorno do personagem no nono e mais recente filme da saga pode deixar tudo ainda mais confuso.

A vida e a morte de Han

A morte de Han foi explorada em outros capítulos da saga Velozes e Furiosos’. Na cena pós-crédito do sétimo filme, vimos que o piloto foi, na verdade, assassinado por Deckard Shaw (Jason Statham). Após o vilão ser convertido em mocinho, muitos fãs questionaram a decisão dos responsáveis pela franquia de incluírem Statham como aliado de Toretto (Vin Diesel).

A volta de Han em ‘Velozes e furiosos 9’, e sua consequente não morte, deve amenizar o efeito da presença de um suposto assassino no time de Toretto e, talvez, redimir em definitivo o ex-vilão Deckard Shaw.

Via: Insider

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!