Já era levemente sabido que rebocar um veículo elétrico pode carregar um pouco sua bateria. Mas, agora, o youtuber Rich, por trás do canal Warped Perception, fez um teste mais ousado. Ele rebocou seu próprio Tesla Model S com um Mercedes-Benz E55 AMG em uma rodovia e viu a bateria ser carregada em altas taxas.

Para conseguir o feito, Rich puxou o carro elétrico a 70 milhas por hora, cerca de 110 km/h, constante. Os dois carros amarrados percorreram cerca de 40 quilômetros. O percurso colocou de volta a eletricidade na bateria a uma taxa de 65 kW.

publicidade

Leia mais:

A quantidade não chega nem perto dos supercarregadores, como os V1 ou V2, que podem reunir até 150 kW. Mesmo assim, a quantidade impressiona. Esse carregamento através do reboque acontece porque, basicamente, o motor é usado como um gerador, adicionando energia de volta à bateria.

Outro detalhe no “carregamento por reboque” de Rich é que em nenhum momento o veículo exibiu mensagens de erro ou avisos de que a situação era, de algum modo, prejudicial ao carro ou insegura. Isso demonstra que o youtuber conseguiria andar por muito mais quilômetros sem problemas.

Confira o vídeo do Tesla recarregado com reboque:

Na descrição do vídeo, Rich explicou que achou necessário publicá-lo para ajudar outros donos de veículos Tesla. “A maioria dos proprietários de Tesla com quem conversei morriam de medo de ficar sem bateria porque eles disseram que teriam que rebocar o carro por um caminhão de reboque ou esperar pelo serviço da Tesla e, para minha surpresa, nada disso é necessário”, escreveu.

Apesar de ter dado certo para o vídeo do canal Warped Perception, no YouTube, o método não é recomendado. Além do risco de colisão entre os veículos, principalmente caso o que puxa seja obrigado a frear bruscamente, outros problemas podem surgir no automóvel elétrico.

Via: InsideEVs

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!