Uma pesquisa do Imperial College de Londres apontou nesta terça-feira (29) que a taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil caiu em comparação com a semana passada, quando foi registrado o maior índice desde março.

Segundo a pesquisa, a taxa de transmissão do país está em 0,98 – cada 100 pessoas contaminadas transmitem a doença para outras 98 pessoas. Na semana anterior, o país registrou uma taxa de transmissão de 1,13, número que relatava o descontrole da Covid-19.

publicidade
covid-19
Imperial College afirma que taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil caiu.
Imagem: eXpose/Shutterstock

O estudo ressalta que existe uma margem de erro e a transmissão pode variar entre 0,76 a 1,08. A pesquisa demonstra ainda que a taxa de transmissão do Brasil é a terceira maior na América do Sul, ficando atrás apenas da Colômbia e Venezuela, respectivamente.

Apesar da diminuição da taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil, o estudo do Imperial College estipulou que o país deve registrar 13.100 mortes nesta semana, número maior que os 12.643 óbitos da semana passada.

Acompanhar a taxa de transmissão da doença é essencial para entender a evolução da doença no país. No entanto, os pesquisadores do Imperial College alertam que o índice não pode relatar um aumento ou a diminuição da doença no país devido as diversas cidades e variação da qualidade de vigilância e relatórios.

Leia também!

De acordo com o jornal O Globo, a média móvel de mortes pela Covid-19 no Brasil está em tendência de queda e na última segunda-feira (28) registrou a média móvel de 1.626 óbitos, uma redução de 18% em comparação com o cálculo de duas semanas atrás.

Já a redução na média móvel de casos foi de apenas 5% em comparação ao índice de 14 dias atrás, o país registrou 68.231 diagnósticos positivos, demonstrando uma tendência de estabilidade.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!