O PicPay anunciou na última sexta-feira (23) a compra de 100% do GuiaBolso, um portal de finanças pessoais. Com a nova aquisição, acredita-se que a ideia do PicPay é investir no Open Banking.

O fundador do GuiaBolso, Thiago Alvarez, continuará o trabalho com o sistema financeiro aberto no novo marketplace e assume a posição de diretor de Open Banking no PicPay. Dessa forma, Alvarez afirma que a aquisição agregará na maneira como a fintech lida com os dados de seus usuários.

publicidade
Ilustração do sistema Open Banking
PicPay anuncia compra do GuiaBolso como alternativa para o Open Banking. Imagem: Profit_Image/Shutterstock

“Uma coisa é você ter os dados dos usuários, outra coisa é saber refinar e trabalhar com eles”, concluiu o executivo. O GuiaBolso, vale ressaltar, é um dos precursores do sistema aberto que está sendo implementado pelo Banco Central.

O valor da operação não foi divulgado pelas empresas, no entanto, especula-se que além de o montante girar em torno de R$ 150 milhões e R$ 200 milhões, o PicPay também complementou o acordo com a transferência de ações aos fundadores do GuiaBolso.

Leia também!

PicPay adia estreia na Nadasq

O PicPay estava prestes a lançar sua oferta pública inicial (IPO) na Nasdaq, com expectativa de atingir cerca de US$ 20 bilhões em valor de mercado. Porém, após especulações apontarem que o montante não seria atingido, a J&F, empresa dona da fintech, decidiu postergar o negócio para 2023.

No novo plano, a empresa espera ir de 55 milhões de usuários para 100 milhões e fará isso com o aporte de R$ 3 bilhões focados apenas em expansão.

O vice-presidente de serviços financeiros do PicPay, Eduardo Chedid, afirmou que a empresa está triando o time de campo e, por enquanto, seguirá com a cabeça focada em seu plano de expansão.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!