Depois de passar por dificuldades e diversos atrasos no cronograma, o modelo urbano Zetta finalmente teve o lançamento confirmado pelo governo da Rússia. O carro elétrico que promete ser o “mais barato do mundo” é o primeiro com produção em larga escala no país a começar a sair da linha de montagem – o que deve ocorrer até o final do ano.

O EV de três portas será produzido na fábrica de Togliatti, na região de Samara. De acordo com o site sputniknews, a confirmação foi dada em uma fala de Denis Manturov, ministro da Indústria e Comércio, no começo desta semana. “Zetta é o menor carro elétrico, que está sendo desenvolvido e passando por testes finais; esperamos lançar sua produção em série até o final deste ano”, afirmou ele em entrevista à TV russa RBK.

publicidade
carro elétrico mais barato
Rússia terá carro elétrico popular pelo equivalente a R$ 39.500. Imagem: sputniknews/Reprodução

O Zetta conta com três metros de comprimento e tração dianteira que alcança a velocidade máxima de 120 km/h. O veículos para apenas dois ocupantes é equipado com uma fonte de energia de apenas 10 kWh, que promete autonomia de 180 quilômetros com uma única carga. Mais detalhes sobre versões e opções de baterias devem ser divulgados nos próximos meses, segundo o governo russo.

E qual o preço do “carro elétrico mais barato do mundo”? Bem, na configuração básica, o modelo sairá por 550.000 rublos (quase R$ 39.500). O valor o colocará entre os veículos mais acessíveis desse tipo de mercado e será o responsável por dar início a expansão da frota elétrica na Rússia.

Leia mais:

O início de produção do “carro elétrico mais barato” está previsto para o fim de 2020, mas atrasos por conta da pandemia de covid-19 e problemas de financiamento podem ser motivos suficientes para alterar novamente o cronograma. De qualquer forma, o governo russo mantém a data, por ora.

carro elétrico mais barato
Rússia terá carro elétrico popular pelo equivalente a R$ 39.500. Imagem: sputniknews/Reprodução

Ter o carro elétrico mais barato não é o suficiente para a Rússia

O início de produção em massa do Zetta é parte de um plano mais audaciodo do governo russo para começar a fazer a transição energética e atingir uma taxa de participação de 10% dos carros elétricos e zero emissões no mercado local em 2030. 

Ainda na entrevista, o ministro garantiu que a estratégia ainda inclui investimentos na infraestrutura de hidrogênio, incluindo a previsão de lançamento de um carro movido a células de combustível totalmente nacional chamado Aurus, que chegará ao mercado em 2024.

Fontes: InsideEVs e SputnikNews

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!