Uma das dificuldades do diagnóstico da Covid-19 é a sua grande variedade de sintomas e com a variante Delta isso é ampliado ainda mais. Coriza, dor de garganta e dor de cabeça estão presentes em muitos pacientes com a cepa, ao contrário da versão original do vírus, que possui febre, tosse e falta de paladar e olfato como principais características.

Além disso, coriza e nariz escorrendo são sinais comuns de qualquer gripe, o que pode fazer a pessoa demorar para desconfiar do Coronavírus A proporção de pessoas infectadas com a variante Delta cresce no mundo todo e a atenção com esses novos sintomas da Covid-19 precisa ser redobrada.

publicidade

De acordo com a Fiocruz, em junho desse ano a variante Delta era responsável por 2,3% dos casos de coronavírus no Brasil. No mês seguinte, julho, isso já havia saltado para algo na faixa de 21,5%, demonstrando a alta taxa de infecção da cepa. No Rio de Janeiro, estado que teve mais amostras positivas da cepa, a secretaria de saúde trabalha com o número de 45% das novas infecções sendo causadas pela versão indiana do vírus.

Sintomas da variante Delta da Covid-19

Um estudo feito pela King’s College de Londres, na Inglaterra, no mês de junho, mapeou os novos sintomas da doença. “A covid está diferente agora, mais parecida com um resfriado forte”, diz Tim Spector, principal autor do trabalho, na publicação.

Leia mais:

“As pessoas acham que estão com um mero resfriado sazonal e continuam saindo, indo a festas. É importante que as pessoas tenham em mente que os principais sintomas relacionados à covid mudaram desde maio. Agora, o principal sintoma é dor de cabeça, seguido de dor de garganta, coriza e febre”, completou ainda.

Um mapeamento feito no Reino Unido mostra que a tosse, sintomas mais comum da Covid-19 no começo da pandemia, agora já é superado por sinais da gripe, sendo 66% dos pacientes com dor de cabeça, 53% com dor de garganta, 49% com coriza e 42% com febre. Destes, apenas o último era considerado um indicativo mais claro de coronavírus com as outras versões da doença.

A tendência, segundo a Fiocruz, é que a variante Delta passe a ser a principal causa de novas infecções por Covid-19 no Brasil, por tanto, os novos sintomas podem se tornar ainda mais predominantes.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!