Um estudo realizado por pesquisadores do Brigham and Women’s Hospital descobriu uma ligação entre a exposição de crianças ao tabagismo, geralmente por pais fumantes, e um risco maior de desenvolvimento de artrite reumatoide (AR) na fase adulta. Os resultados da pesquisa foram publicados na Arthritis & Rheumatology.

“Tem havido intenso interesse na inflamação pulmonar da mucosa do fumo pessoal como um local de patogênese da AR. Mas a maioria dos pacientes com AR não são fumantes, então queríamos olhar para outro inalante que possa preceder a AR”, explicou o autor sênior, Jeffrey A. Sparks, ​​do Departamento de Medicina do Brigham. 

publicidade

Para o levantamento, inicialmente, foram analisadas 90.923 participantes mulheres a fim de elucidar a relação da exposição passiva em três períodos: durante a gestação, durante a infância e no convívio com fumantes após os 18 anos. De acordo com os resultados, a exposição passiva ao tabagismo dos pais durante a infância aumentou o risco de desenvolver artrite reumatoide em 75%.

Pais fumantes podem expor os filhos ao desenvolvimento de artrite reumatoide. imagem: Vchal/iStock

O risco se mostrou ainda maior em pessoas que se tornaram fumantes ativos na vida adulta. Segundo informações do Medical Xpress, o tabagismo materno durante a gravidez e os anos vividos com fumantes acima de 18 anos não mostraram associação significativa com o risco de AR.

“Nossas descobertas dão mais profundidade e gravidade às consequências negativas do fumo para a saúde em relação à AR, uma das doenças autoimunes mais comuns”, disse o autor principal e Kazuki Yoshida, da Divisão de Reumatologia Inflamação e imunidade de Brigham. “Esta relação entre o tabagismo dos pais na infância e a AR de início na idade adulta pode ir além da reumatologia – estudos futuros devem investigar se a exposição infantil a inalantes pode predispor os indivíduos à autoimunidade geral mais tarde na vida.”

O que é a artrite reumatoide

A artrite reumatoide é uma doença inflamatória e autoimune onde o sistema imunológico ataca os próprios tecidos, que incluem articulações e, em casos mais graves, até órgãos internos. Muitas pessoas com AR apresentam sinais de inflamação pulmonar e, embora fatores genéticos e ambientais contribuam para o risco de desenvolver a doença, o tabagismo é considerado um fator de risco chave para a condição.

Leia mais!

De acordo com a equipe, o intuito é realizar um estudo ainda maior, que considere também os homens, a fim de fornecer uma visão crítica e mais compreensiva sobre outras doenças reumatoides e até mesmo outras doenças autoimunes.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!