A xPeng, fabricante chinesa de veículos elétricos, apresentou no Salão do Automóvel de Chengdu os primeiros detalhes de seu “carro voador”, o Voyager X2. Durante o evento, a montadora revelou que o veículo já está sendo testado na China em altas altitudes.

Tecnicamente, o X2 se trata de uma aeronave elétrica do tipo VTOL (sigla em inglês para decolagem e pouso vertical). Mas a Xpeng se refere a ele como um “carro voador” porque o veículo compartilha o mesmo design do sedã P7 —uma espécie de versão mais barata (e fortemente inspirada no rival) do Tesla Model 3. O X2 é um “carro voador” de quinta geração da Xpeng Huitian, subsidiária da marca homônima.

publicidade

Em uma publicação no Weibo, o presidente e CEO da Xpeng, He Xiaopeng, mostrou um vídeo de 1min30s com o veículo em ação.

“Carro voador” atinge até 130 km/h

Foram realizados testes com o Voyager X2 em altas atitudes sobre as cidades de Xining e Yushu, no noroeste da China. Houve também ensaios em bases aéreas em Guangzhou, Dongguan e Jiangmen, no último mês de junho.

Por conta da altitude, o X2 é o primeiro veículo da xPeng a ter a cabine fechada. O modelo atual transporta dois passageiros, com carga máxima de 200 kg. A fuselagem, feita de fibra de carbono, pesa em torno de 395 quilos.

O veículo possui ainda uma função de piloto automático que consegue operar um voo de acordo com altitude, velocidade e tempo de rota pré-determinados. Seu tempo-limite de voo é de 35 minutos a menos de 3.280 pés (1.000 m), com velocidade máxima de 130 km/h.

Além do Voyager X2, a xPeng é conhecida pelo seu modelo elétrico P7. A empresa também foi acusada diversas vezes de plagiar o design da Tesla. Dois anos atrás, a companhia americana chegou a abrir um processo judicial contra a companhia, alegando roubo de partes do código-fonte do Autopilot.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!