Um medicamento utilizado no tratamento de artrite reumatoide pode reduzir em até 38% o risco de morte em pacientes internados após terem contraído a Covid-19.

A pesquisa publicada no último dia 1º na plataforma The Lancet indica que o remédio Baricitinibe, da farmacêutica Eli Lilly, usado para tratar a doença crônica que causa inchaço e dor nas articulações, consegue inibir a inflamação causada pela Covid-19 no organismo.

publicidade

Medicamento ajuda contra Covid-19

O estudo foi feito entre junho de 2020 e janeiro de 2021 em 101 países. O Brasil teve mais de 360 participantes, com cinco estados envolvidos. No total, mais de 1523 pessoas foram voluntárias pelo mundo.

Leia mais:

Assim como em outras pesquisas do tipo, metade do grupo recebeu o medicamento contra artrite enquanto a outra metade tomou placebo, os resultados mostram que o grupo medicado com o barincitinibe teve uma redução de 38% na taxa de mortalidade por Covid-19.

Lembrando que os testes são válidos apenas para o uso do medicamento durante internações hospitalares, não foram observadas melhorias quando o remédio é usado após a recuperação.

“Quando administrado na hora certa, além de impedir a evolução dessa ‘cascata’ inflamatória da covid, também impede a replicação viral no corpo”, explica Adilson Cavalcante, infectologista que coordenou o estudo no Hospital Anchieta da Faculdade de Medicina do ABC (SP) ao UOL.

“O produto chegará com valor acessível aos hospitais e pacientes brasileiros. O preço, hoje, se considerarmos o tratamento de 12 dias, daria R$ 1,8 mil e, se durar 14 dias, seria R$ 2,1 mil”, completou ainda.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!