Visando auxiliar o desenvolvimento de pequenas empresas fundadas por mulheres, o Facebook anunciou uma iniciativa que visa financiar cerca de 30 mil negócios de mulheres e outras minorias. Estima-se um montante total de aproximadamente US$ 100 milhões – cerca de R$ 521,5 milhões.

Com essa ação, a empresa de Mark Zuckerberg irá pagar integralmente as dívidas de clientes devedores que, por sua vez, passarão a dever o próprio Facebook.

publicidade

As pequenas empresas poderão, nesse sentido, enviarão faturas de, no mínimo, US$ 1 mil que estão em aberto. Com isso, o intuito do Facebook é gerar dinheiro em caixa para essas pequenas empresas, que ficariam meses esperando que clientes pagassem as dívidas por completo.

Mulher sentada ao lado de uma tela de computador com outras pessoas desfocadas no fundo
Facebook financiará até 30 mil pequenas empresas de mulheres. Imagem: Loreanto/Shutterstock

O programa de financiamento foi testado em uma versão menor em 2020 durante a pandemia de Covid-19 com os fornecedores da big tech.

“Foi um piloto muito pequeno, mas vimos que teve muito sucesso”, disse o vice-presidente de pequenas empresas do Facebook, Rich Rao.

De acordo com a CNBC, empresas norte-americanas pertencentes a mulheres e minorias que sejam membros de organizações fornecedoras que atendem a grupos sub-representados poderão se inscrever a partir de 1 de outubro para participar do processo.

Leia também!

Lisa Dunnigan, cofundadora do The Wright Stuff Chics, empresa que vende mercadorias para professores e promove eventos para a categoria, informou que participou do teste do programa de financiamento e afirmou que o programa “salvou a vida da empresa”.

Crédito da imagem principal: Jirapong Manustrong/Shutterstock

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!