Na noite desta terça-feira (5), uma nova remessa de vacinas contra a Covid-19 da Pfizer/BioNTech, com 1.140.750 doses, chegou ao Brasil no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Esse é um dos lotes que a farmacêutica planejou entregar ao Ministério da Saúde entre os dias 29 de setembro e 3 de outubro.

Porém, foi necessário ser reprogramado para hoje por questões logísticas, de acordo com a Pfizer. Sendo assim, são ao todo 10,5 milhões de doses no período.

publicidade

Com a finalização dessas entregas, foram enviadas ao Brasil todas as doses do primeiro contrato de fornecimento da vacina, o qual foi assinado em 19 de março e corresponde a mais de 100 milhões de vacinas. Segundo o segundo contrato, assinado em 14 de maio, a entrega estima mais 100 milhões de doses entre outubro e dezembro.

Leia mais:

Fonte: Agência Brasil

Doses da Pfizer são altamente eficazes por seis meses, diz estudo

Um estudo publicado pela The Lancet apontou que a aplicação de duas doses da vacina contra a Covid-19 fabricada pela Pfizer-BioNTech é capaz de proteger pessoas de todas as variantes durante seis meses.

A pesquisa mostra que o imunizante é 90% eficaz em caso de hospitalizações, no entanto, para infecções em geral pelo SARS-CoV-2 a eficácia apresentou uma diminuição, sendo 88% após um mês da imunização completa e 47% após seis meses.

“Nosso estudo confirma que as vacinas são uma ferramenta crítica para controlar a pandemia e permanecem altamente eficazes na prevenção de doenças graves e hospitalização, incluindo delta e outras variantes preocupantes”, afirmou a principal autora do estudo, Sara Tartof.

Tartof ainda ressaltou que a pesquisa pode auxiliar na definição de grupos prioritários para o recebimento de doses de reforço, mas ressalta que “as considerações para doses de reforço devem levar em consideração o fornecimento global da vacina Covid-19, já que as pessoas em muitos países ao redor do mundo ainda não receberam uma série de vacinação primária”.

Para saber mais, acesse a reportagem completa no Olhar Digital.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!