Se você trabalha em casa e não consegue dormir, pode ser por conta de seus ritmos circadianos que estão fora de sincronia na pandemia, segundo um novo estudo. Isso porque o ciclo de sono-vigília pode estar fora de sintonia, de acordo com Randy Nelson, diretor do Centro da Universidade de West Virginia para Pesquisa e Educação Básica em Neurociência.

Segundo Nelson, em um comunicado à imprensa da universidade, “durante o curso da evolução, o ritmo temporal de nosso planeta em rotação foi internalizado em nossos corpo” e então, todos os organismos do planeta têm relógios biológicos internos autossustentáveis.

publicidade

Desta forma, nossos os aspectos de fisiologia e comportamento, variando do sono à secreção de hormônios , à regulação da temperatura corporal, metabolismo e ingestão de alimentos, são mediados por nossos relógios internos.

“Além das viagens a jato e da exposição noturna à luz artificial, uma maneira comum de prejudicarmos o funcionamento de nossos relógios internos é chamada de ‘jet lag social’. O jet lag social é a fase de atraso em seu relógio interno e sono que ocorre quando você fica acordado até tarde nas noites de sexta e sábado para socializar e depois dorme nos dias seguintes para recuperar o atraso “, explicou Nelson.

Leia mais:

Sendo assim, ao realizar a transição do trabalho de casa para o retorno ao escritório, requer uma mudança nos horários para permitir a preparação e também o deslocamento: “A chave para uma boa higiene circadiana é a consistência no funcionamento diário.”

mulher dormindo
Imagem: Shutterstock

Como dormir melhor na pandemia?

Além disso, ele recomendou deixar o quarto totalmente escuro (durante o dia, se você estiver trabalhando no turno da noite) e assim, iluminar o local de trabalho durante o dia (ou se for no turno da noite). Ou seja, acompanhe os ciclos naturais do dia e da noite em casa e no escritório.

“Se possível, obtenha mais de 30 minutos de exposição à luz solar pela manhã [dê uma caminhada ou corra]. Use iluminação forte durante o dia para imitar a luz do dia e use cortinas blackout ou uma máscara para dormir à noite”, concluiu Nelson.

Fonte: Medical Xpress

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!