A Organização Mundial da Saúde (OMS) e autoridades locais estão analisando um novo caso de ebola na República democrática. Na última sexta-feira (8), o Ministério da Saúde do país informou que um menino de três anos que foi hospitalizado com a doença faleceu no dia 6 de outubro.

Depois do ocorrido, cerca de 100 pessoas que podem ter sido expostas ao vírus foram identificadas e estão sendo monitoradas. Um relatório apontou que três vizinhos da criança também apresentaram sintomas de ebola e faleceram. Porém, ao contrário do menino, não foram testados para a doença.

publicidade

A criança morava na região de Butsili, localizada na província de Kivu do Norte. Através de um comunicado, a diretora regional da OMS na África, Matshidiso Moeti, explicou que o fato de o local já ter sido atingido por outros surtos no últimos anos, “criou uma experiência local e de conscientização da comunidade, abrindo caminho para uma resposta rápida”.

Leia mais:

A República Democrática do Congo já registrou 12 surtos de ebola desde que uma equipe de pesquisadores belgas descobriu o vírus, no ano de 1976, incluindo a última ocorrência em maio de 2021.

Butsili fica perto de Beni, que é uma cidade que foi um dos epicentros de um dos surtos mais graves e letais do vírus, entre 2018 e 2020. De acordo a OMS, não é incomum que casos esporádicos aconteçam, “mas é muito cedo para dizer se este está caso relacionado aos anteriores”.

Fonte: O Globo

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!