A fintech Unlimint anunciou nesta segunda-feira (1) o projeto de sua própria plataforma de e-commerce focada no Brasil e América Latina. A iniciativa visa fomentar a inclusão de empreendedores que querem aumentar a sua presença no meio digital, além de expandir a atuação da empresa junto às PMEs (Pequenas e Médias Empresas).

O serviço, que segundo a companhia incluirá todos os recursos necessários para começar a vender pela internet, contará com uma tabela de preços formatada para atrair o público alvo que deseja empreender, mas não consegue arcar com os custos de outras plataformas semelhantes.

publicidade

Algumas existentes no mercado, de acordo com o CEO da Unlimint, Kirill Evstratov, oferecem planos que acabam limitando a expansão do pequeno e médio empreendedor ao cobrar, por exemplo, uma assinatura de serviço: “Nesses casos, o comerciante tem que arcar com esse custo antes mesmo que o negócio comece a gerar lucro”.

Imagem ilustra a experiência de compra em uma plataforma de e-commerce
Plataforma que será lançada em 2022 é voltada para os empreendedores que querem aumentar a sua presença no meio digital sem gastar muito. Imagem: Alexander Supertramp/Shutterstock

Por fim, o CEO aponta que a empresa está entrando em “um mercado altamente competitivo” e com “vários concorrentes bem posicionados”, no entanto, ele acredita que a plataforma tem um público-alvo definido: os mercados em desenvolvimento, onde os líderes do segmento ainda não dominam ou atendem “as necessidades desses empreendedores”.

Leia mais:

Já o diretor de Produtos da Unlimint, Alex Antonov, declarou que a empresa acredita “em um mercado com oportunidades para todos”: 

“Para tornar nossa missão uma realidade, estamos criando um produto que permitirá a qualquer pessoa abrir seu próprio negócio, sem necessidade de grandes investimentos e habilidades de programação”, complementou.

O lançamento oficial da plataforma está programado para o segundo semestre de 2022. O anúncio, que faz parte da estratégia de expansão da fintech, ocorre em um momento em que o e-commerce está crescendo e se desenvolvendo em alta velocidade. Segundo a empresa de pesquisa eMarketer, a participação do setor nas vendas deverá atingir a fatia de 21,8% em 2024 na América Latina e Ásia.

Créditos da imagem principal: Kriang kan/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!