Na última semana, o Olhar Digital divulgou que a Nasa estava prestes a revelar os nomes dos selecionados para a nova turma de candidatos a astronautas para suas futuras missões espaciais. E o anúncio aconteceu na tarde desta segunda-feira (6). Entre as 12 mil inscrições, 10 pessoas foram escolhidas pela agência.

Segundo o site CollectSPACE, o time, composto por quatro mulheres e seis homens, constitui o 23º grupo de candidatos a astronautas da agência espacial dos EUA desde que o Mercury 7 foi escolhido, em 1959. Além disso, é a primeira equipe a ser selecionada desde o início do programa Artemis de exploração da Lua. 

publicidade

Recrutamento foi adiado pela pandemia

Após um processo de recrutamento que começou em março de 2020, e foi estendido em razão da pandemia de Covid-19, os candidatos a astronautas – ou “ascans” para abreviar – foram anunciados em uma cerimônia realizada na Base de Reserva Conjunta de Ellington Field, perto do Johnson Space Center, em Houston. 

Bill Nelson, administrador da Nasa, e Pam Melroy, administradora adjunta, presidiram o evento, onde estiveram presentes outros líderes da agência, e que teve como pano de fundo alguns dos mesmos jatos supersônicos T-38 que os ascans usarão no treinamento.

“Hoje damos as boas-vindas a 10 novos exploradores, 10 membros da geração Artemis, a turma de candidatos a astronautas de 2021 da Nasa”, disse Nelson. “Sozinho, cada candidato tem ‘as coisas certas’, mas juntos eles representam o credo de nosso país: E pluribus unum – de muitos, um”.

A 23ª turma de candidatos a astronautas da Nasa posa com líderes da agência e funcionários do Congresso em Ellington Field, em Houston, Texas, na conclusão da cerimônia de anúncio que aconteceu na segunda-feira (6). Imagem: collectSPACE

Conforme a programação estipulada pela agência, o time vai se apresentar em janeiro ao Johnson Space Center para começar seu treinamento em sistemas de espaçonaves, habilidades de caminhada no espaço e outras disciplinas necessárias para voos espaciais. 

Ao final de dois anos de instrução básica, os membros do Grupo 23 se tornarão elegíveis para uma variedade de atribuições, incluindo a realização de pesquisas na Estação Espacial Internacional (ISS), lançamento em espaçonave comercial para postos comerciais em órbita baixa da Terra e embarque em missões no espaço profundo tanto a bordo da nave espacial Orion quanto do foguete Sistema de Lançamento Espacial (SLS).

Além disso, alguns dos candidatos podem se tornar membros da equipe Artemis, um subconjunto do escritório de astronautas da agência designado para preparar os humanos para retornar à Lua e, eventualmente, se lançar a Marte.

Leia mais:

Conheça cada um dos selecionados pela Nasa

Segue abaixo a lista de selecionados e um breve perfil de cada um:

  • Nichole Ayersé é uma major da Força Aérea dos EUA de 32 anos. Nascida no Colorado, ela tem mestrado em matemática computacional e aplicada. Uma das poucas mulheres voando atualmente no caça a jato F-22, Ayers liderou a primeira formação feminina da aeronave de combate;
  • Marcos Berríos também é major da Força Aérea dos EUA e tem 37 anos. Cresceu em Guaynabo, Porto Rico, e serviu como reservista da Guarda Aérea Nacional. Piloto de teste com doutorado em aeronáutica e astronáutica, registrou mais de 110 missões de combates e 1.300 horas de voo em mais de 21 aeronaves diferentes;
  • Christina Birch, de 35 anos, tem doutorado em engenharia biológica. Ela cresceu em Gilbert, no Arizona, e é professora universitária de  redação científica e comunicação no Instituto de Tecnologia da Califórnia. Também é ciclista condecorada na Seleção Nacional norte-americana;
  • Deniz Burnham é uma tenente da Marinha americana de 36 anos, crescida em Wasilla, no Alasca. Ex-estagiária do Ames Research Center da Nasa na Califórnia, atua nas reservas da Marinha dos EUA. Ela tem mestrado em engenharia mecânica e gerenciamento de projetos de perfuração local em toda a América do Norte, incluindo no Alasca, Canadá e Texas;
  • Luke Delaney tem 42 anos e é major aposentado do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA. Ele cresceu em Debary, na Flórida. Com mestrado em engenharia aeroespacial, ele é aviador naval e piloto de teste. Mais recentemente, trabalhou como piloto de pesquisa no Langley Research Center da Nasa na Virgínia, onde apoiou missões científicas aerotransportadas;
  • Andre Douglas, nativo da Virgínia, tem 35 anos. Ele tem doutorado em engenharia de sistemas e serviu na Guarda Costeira americana como arquiteto naval, engenheiro de salvamento, assistente de controle de danos e oficial de convés. Mais recentemente, foi membro sênior da equipe do Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins, trabalhando em robótica marítima, defesa planetária e missões de exploração espacial para a Nasa;
  • Jack Hathaway é um comandante da Marinha dos EUA de 39 anos. Nascido em Connecticut, ele obteve se formou bacharel em física e história no US Naval War College. Além de aviador naval, ele foi recentemente designado como o futuro oficial executivo do Strike Fighter Squadron 81.Com mais de 2.500 horas de voo em 30 tipos de aeronaves, pousou em mais de 500 porta-aviões e voou em 39 missões de combate;
  • Anil Menon, é um tenente-coronel da Força Aérea dos EUA de 45 anos. Ele nasceu e foi criado em Minneapolis, Minnesota. Como o primeiro cirurgião de voo da SpaceX, ajudou a lançar os primeiros humanos da empresa ao espaço durante a missão SpaceX Demo-2 da Nasa e construiu uma organização médica para apoiar o sistema humano em missões futuras. Antes disso, ele serviu à agência espacial como cirurgião de voo da tripulação em várias expedições que levavam astronautas à ISS;
  • Christopher Williams, médico com doutorado em física, tem 38 anos e cresceu em Potomac, Maryland. Mais recentemente, ele trabalhou como físico médico no Departamento de Oncologia de Radiação do Brigham and Women’s Hospital e do Dana-Farber Cancer Institute, em Boston. Sua pesquisa se concentrou no desenvolvimento de técnicas de orientação de imagem para tratamentos de câncer;
  • Jessica Wittner é tenente-comandante da Marinha dos EUA e tem 38 anos. Ela nasceu na Califórnia e serviu na ativa como aviadora naval e piloto de testes. Graduada pela US Naval Test Pilot School, ela tem mestrado em engenharia aeroespacial. Ao longo da carreira, pilotou caças F / A-18 e trabalhou como piloto de testes e oficial de projeto no Air Test and Evaluation Squadron 31 em China Lake, Califórnia.
Classe 2021 de candidatos a astronautas da Nasa: Nichole Ayers, Marcos Berríos, Christina Birch, Deniz Burnham, Luke Delaney, Andre Douglas, Jack Hathaway, Anil Menon, Christopher Williams e Jessica Wittner. Imagem: Nasa

Os novos candidatos a astronauta serão acompanhados em seu treinamento por dois candidatos dos Emirados Árabes Unidos (EAU): Nora AlMatrooshi, engenheira mecânica de 28 anos, e Mohammad AlMulla, piloto da Polícia de Dubai de 33 anos, que foram selecionados pelo Centro Espacial Mohammed Bin Rashid (MBRSC), em Dubai, em abril.

Contando atualmente com 44 membros ativos, o Corpo de Astronautas da Nasa é liderado pelo astronauta chefe Reid Wiseman. Com a adição da nova classe, a agência já selecionou, no total, 360 homens e mulheres para treinar como astronautas em seus mais de 60 anos de história.

“Demos muitos saltos gigantes nos últimos 60 anos, cumprindo a meta do presidente Kennedy de pousar um homem na Lua”, disse Vanessa Wyche, diretora do Johnson Space Center. “Hoje, chegamos mais longe nas estrelas enquanto avançamos para a Lua mais uma vez, e para Marte, com a mais nova classe de candidatos a astronautas da Nasa”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!