Você certamente já viu algum veículo trafegando nas ruas com a placa Mercosul. Ela começou em um teste, em 2018, no Rio de Janeiro e atualmente já está implementada em todo o território nacional.

A nova Placa de Identificação Veicular (PIV) foi criada com a intenção de dificultar falsificações e padronizar as placas dentro dos países integrantes do bloco econômico Mercosul. No caso, os países que a adotaram, por ordem cronológica, foram: Uruguai (2015), Argentina (2016), Brasil (2018) e Paraguai (2019).

publicidade

No Brasil, apesar de a adoção ter começado em 2018, foi apenas em 2020 que ela se tornou obrigatória para todos. Por isso, é comum termos dúvidas sobre a Placa Mercosul. Então, aproveite para aprender neste tutorial tudo o que você precisa saber sobre a nova PIV.

O que é placa Mercosul?

A placa Mercosul é a nova placa para carros no Brasil e em países integrantes do bloco econômico. Ela substitui a tradicional placa cinza de automóveis, usada desde 1990, e acrescenta uma série de tecnologias de segurança.

A principal alteração nesse quesito é a inserção de QR Code. Com esse código de barras bidimensionais dinâmico, é possível rastrear a placa, o que dificulta sua clonagem e falsificação.

Nova placa Mercosul contém QR Code para ajudar na segurança
As novas placas Mercosul exibem um QR Code para ajudar na rastreabilidade do veículo. Imagem: Rafael Berlandi / Shutterstock

A alteração permite que qualquer pessoa consiga acessar as informações registradas na placa e verificar a autenticidade dos dados. Para escanear o QR Code, basta ter um celular com câmera e instalar o aplicativo Vio (disponível para Android e iOS).

Segundo a Vio, o QR Code contém textos e imagens criptografados e os dados conseguem ser acessados mesmo se você estiver sem internet.

Quando você escanear o código, aparecerá um número de série da placa. Agora, você deve acessar o portal de serviços do Senatran, realizar seu login e inserir o número de série e a combinação de letras e números da placa.

Se você quiser saber quais informações você consegue acessar pelo sistema, é só rolar a página até chegar ao item ‘Qual o conteúdo do QR Code da placa Mercosul?‘.

Como funciona a placa Mercosul?

A placa Mercosul é unificada em todos os 4 países integrantes do bloco econômico: Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai. Porém, cada país teve certa liberdade para personalizá-la, como, por exemplo, estilo e quantidade de números e letras.

No Brasil, o padrão foi estabelecido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e divulgado na resolução de número 780, publicada em 26 de junho de 2019.

A mudança mais visível da placa Mercosul é o próprio layout e na combinação diferente de letras e números que estávamos habituados. O modelo dessa placa permite mais de 450 milhões de combinações de caracteres, acabando com o problema de falta de possibilidades.

A placa Mercosul é obrigatória?

A placa Mercosul é obrigatória desde 2020 para:

  • Todos os veículos novos no Brasil, incluindo reboques e carrocerias intercambiáveis – que passam pela instalação da segunda placa traseira;
  • Veículos que vão mudar de unidade federativa ou de categoria (por exemplo, de táxi para carro de passeio);
  • Veículos que tiveram a PIV roubada, furtada ou extraviada.

Posso trocar ​​a placa de forma voluntária?

Sim, você pode trocar para a placa Mercosul se você quiser. Na mudança, é feita a substituição automática do segundo número por uma letra. Isto é, o padrão de 3 letras e 4 números (LLLNNNN) será alterado para 4 letras e 3 números (LLLNLNN).

Qual o prazo para colocar a placa Mercosul?

No Brasil, não há prazo para os veículos trocarem de placas. A mudança será feita de forma gradativa, conforme os veículos passarem por situações em que a alteração seja obrigatória. Assim, um veículo que estiver com a placa cinza em bom estado poderá usá-la até o fim da vida útil do automóvel.

Quais estados estados brasileiros já aderiram à nova placa Mercosul?

Atualmente, todos os estados brasileiros já adotam a nova placa Mercosul. O primeiro estado a usar essa PIV foi o Rio de Janeiro, em 2018, e as últimas unidades federativas a implantarem a nova placa foram Minas Gerais e Tocantins, em 2020.

Qual o valor da placa Mercosul?

O preço da placa Mercosul não é tabelado nos estados ou municípios. Assim, o que define o valor são as fabricantes e as estampadoras.

Por um lado, os responsáveis pela produção da PIV podem cobrar um valor mais caro do que o sugerido pelo Detran. Por outro lado, essa mesma livre concorrência pode significar economia para o motorista.

A primeira dica para quem quer economizar é pesquisar o valor da placa nas empresas estampadoras credenciadas pelo Detran. A segunda, é emplacar em um município vizinho se a placa for mais barata lá. Afinal, não há proibição à prática.

Outras despesas que serão necessárias

A única taxa que você pagará para o Detran será o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). Já em uma empresa credenciada ao órgão, terá de pagar também a vistoria do carro.

Tipos de placas Mercosul de acordo com a categoria do veículo

Atualmente, existem seis placas Mercosul disponíveis para serem escolhidas de acordo com o tipo de veículo. Confeccionadas em fundo branco e com letras coloridas, veja qual cor se enquadra para qual veículo:

  • Preto – Particular
  • Vermelho – Comercial
  • Verde – Especial
  • Azul – Oficial
  • Amarelo – Diplomático
  • Cinza prata – Colecionador

A partir de junho de 2022, a placa de colecionador será alterada. De acordo com a resolução 887 do Contran, publicada em 13 de dezembro de 2021, a placa de fundo branco com letras cinza prata será válida no âmbito dos países integrantes do Mercosul. Já a placa de fundo preto com letras brancas será válida apenas em território nacional.

Nova placa Mercosul: como solicitar?

Como solicitar a nova placa Mercosul
A troca da placa cinza pela nova placa Mercosul deve ser feita em uma estampadora credenciada ao Detran. Imagem: Joa Souza / Shutterstock

Veja o passo a passo para você pode pedir sua placa Mercosul:

  1. Acesse o portal do Detran de sua unidade federativa: Acre; Alagoas; Amapá; Amazonas; Bahia; Ceará; Distrito Federal; Espírito Santo; Goiás; Maranhão; Mato Grosso; Mato Grosso do Sul; Minas Gerais; Pará; Paraíba; Paraná; Pernambuco; Piauí; Roraima; Rondônia; Rio de Janeiro; Rio Grande do Norte; Rio Grande do Sul; Santa Catarina; São Paulo; Sergipe; Tocantins.
  1. Solicite a emissão de um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV). Esse documento é indispensável para a transferência de propriedade de qualquer veículo.
  1. Leve o veículo para realizar a vistoria em uma empresa credenciada ao Detran.
  1. Agora, você deverá escolher uma estampadora também credenciada ao Detran. Ela será responsável por fornecer e colocar a placa. Geralmente, a lista de empresas credenciadas se encontra no próprio site do Detran

Placa Mercosul: as principais dúvidas respondidas

Veja as respostas para as principais dúvidas a respeito da nova placa automotiva.

A placa Mercosul é segura?

Sim, a placa Mercosul é mais segura. Isso acontece graças aos itens de segurança que ela tem. Além do já falado QR-Code, existem também a presença de marca d’água e lacre eletrônico.

A placa Mercosul também vale para motos?

Sim, a placa Mercosul vale para qualquer outro veículo em que seja obrigatório o emplacamento. Isso inclui motos, carros, caminhões, ônibus etc.

Eu mesmo posso colocar a placa Mercosul?

Não, você não pode colocar a placa Mercosul sozinho. Você deverá ir a uma estampadora credenciada ao Detran para adquirir sua placa. Essa empresa também será responsável por instalar a placa no seu veículo.

Placa Mercosul: onde comprar?

Embora seja possível comprar a placa Mercosul online, a prática não é recomendada. Isso porque a fabricante e a estampadora devem ser credenciadas no Detran e, infelizmente, podem existir fraudadores se passando por idôneos nesse segmento.

O mais recomendado é procurar a lista de empresas credenciadas no site oficial do Detran de seu estado e entrar em contato diretamente com elas.

Quais são as empresas credenciadas para colocar placas Mercosul em SP?

Na cidade e no estado de São Paulo, existem centenas de estampadoras credenciadas ao Detran para colocar sua nova placa Mercosul. Você pode conferir a lista oficial das empresas credenciadas ao Detran SP para inserir a placa Mercosul aqui.

Como identificar a cidade na placa Mercosul?

Em 2018, assim que a placa Mercosul foi lançada no Rio de Janeiro, ela continha ainda a cidade e o estado do registro do veículo. Ainda no mesmo ano, esses dados foram e permanece assim até hoje.

Qual letra substitui o número na placa Mercosul?

Quem fizer a conversão para placa Mercosul em veículos já emplacados, verá que um número será substituído por uma letra, formando o novo padrão LLLNLNN.

Veja qual será a letra, de acordo com as regras do Cotran:

Placa antigaNova placa
0A
1B
2C
3D
4E
5F
6G
7H
8I
9J

Desta forma, uma antiga placa ABC1234 passará a ser ABC1C34.

O que significa as letras da placa Mercosul?

As letras da placa Mercosul não significam nada em especial, conforme explicação do Ministério de Infraestrutura. Afinal, a distribuição de placas é aleatória e por demanda dos Detrans estaduais.

Placa Mercosul tem lacre?

Sim, a placa Mercosul tem um lacre eletrônico, como explicamos anteriormente (‘A placa Mercosul é segura?‘). O lacre eletrônico é a última etapa da instalação da placa, quando a placa é atribuída a um veículo e é feita uma transação sistêmica que registra esse vínculo.

Qual o tamanho da placa Mercosul?

Existem 2 tamanhos de placas Mercosul:

  • Para motocicletas, motonetas, ciclomotores, cicloelétricos, triciclos e quadriciclos: 20 cm x 17 cm
  • Para demais veículos: 40 cm x 13 cm

Existe alguma sequência proibida na placa Mercosul?

De acordo com o Ministério de Infraestrutura, não há nenhuma restrição nas 3 primeiras letras. Já na quarta letra, só está liberado o uso até a letra J.

Qual o conteúdo do QR Code da placa Mercosul?

Os dados da placa Mercosul disponíveis para consulta pelo cidadão através do QR Code são:

Dados da estampagem:

  • Dados gerais
    • Placa
    • Número de série do QR Code         
    • UF de estampagem
    • Município de estampagem
    • Tipo de placa
    • Situação da placa
    • Data/hora da estampagem
    • Responsável pela lacração
  • Fabricante
    • CNPJ 
    • Razão social  
  • Estampador
    • CNPJ 
    • Razão social  
    • UF

Dados atuais do veículo:

  • Placa atual
  • Chassi final
  • UF jurisdição
  • Município
  • Marca/Modelo
  • Ano fabricação
  • Ano modelo
  • Cor

Conclusão

Agora, que você já sabe tudo sobre a placa Mercosul, você está pronto para adquirir sua nova placa e trafegar com seu veículo tranquilamente pelas ruas. Lembre-se de compartilhar esse conteúdo com seus amigos que também precisam de uma ajudinha com a placa, ok?

Se você é apaixonado por motocicletas – como eu -, confira um guia completo sobre motos elétricas que o Olhar Digital preparou.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!