A Fiat lançou na quarta-feira (19) a linha 2022 do Mobi com novidades. O subcompacto agora ficou mais econômico graças a uma nova calibração no motor, que diminuiu o consumo em até 7,9%, segundo a montadora. Em compensação, ficou mais caro, por conta do aumento de preço dos automóveis e do fim da configuração de entrada Easy.

Desta forma, o Fiat Mobi 2022 agora é vendido apenas em duas versões: a Like, por R$ 60.990, e a Trekking, que sai por R$ 63.990. Ambas as configurações trazem cinco opções de cores, além do sistema ITPMS, que faz o acompanhamento contínuo da pressão dos pneus.

publicidade

O novo Mobi inclui uma ampla lista de itens de série, entre eles ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, freios ABS e airbag duplo. Há ainda opções de volante multifuncional com controles do som, Bluetooth com conexão simultânea para até dois smartphones e central multimídia UConnect com tela de 7 polegadas. Conexões de Android Auto e Apple Carplay podem ser feitas sem fio.

Motorização

Para atender às novas normas de emissões Proconve L7, a Fiat teve que fazer ajustes no motor Fire EVO 1.0 que alimenta o Mobi 2022. Isso permitiu, de acordo com a montadora, uma melhora no consumo de gasolina e etanol, tanto no ciclo urbano quanto rodoviário.

O aprimoramento foi possível por conta de um ajuste no gerenciamento eletrônico do motor, que permitiu um consumo de até 15 km/l com gasolina no ciclo rodoviário. Isso permite uma autonomia de 700 km somente com um tanque de combustível.

Por outro lado, a linha 2022 do Fiat Mobi perdeu um pouco em potência na comparação com a versão anterior, caindo de 75 para 74 cv com etanol e de 73 para 71 cv com gasolina. A potência máxima segue entregue a 6.250 rpm. Já o torque também caiu, passando de 9,5 para 9,3 kgfm com gasolina e de 9,9 para 9,7 kgfm com etanol.

Leia também:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!